dstk_cerrado01

SOBRE O PROJETO

CEPF do Hotspot de Biodiversidade do Cerrado

O Cerrado foi selecionado em 2013 pelo Conselho de Doadores do CEPF para receber investimentos de 8 milhões de dólares de 2016 a 2021. A Conservação Internacional Brasil (CI-Brasil) e o Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN) foram selecionados em 2014 para preparar o perfil do ecossistema para o Hotspot Cerrado, com objetivo de fornecer uma visão geral de conservação da biodiversidade, analisar as prioridades de ação e identificar formas de fortalecer a causa da conservação. Além de estabelecer um quadro estratégico para a concessão de fundos de CEPF, o perfil também oferece uma agenda mais ampla para o hotspot para ser usada por todos que possam contribuir para a causa.

Fundo de Parceria para Ecossistemas Críticos (CEPF)

Fundado em 2000, o Fundo de Parceria para Ecossistemas Críticos (CEPF) é um líder mundial em assegurar a participação e contribuição da sociedade civil na conservação de alguns dos ecossistemas mais ricos do mundo, do ponto de vista biológico, porém atualmente ameaçados. O CEPF é uma iniciativa conjunta da Agência Francesa para o Desenvolvimento, Conservação Internacional, União Europeia, Fundo para o Meio Ambiente Global (GEF), Governo do Japão, Fundação John D. e Catherine T. MacArthur e Banco Mundial. A organização é única entre os mecanismos de financiamento, pois suas atividades se concentram em áreas biológicas de alta prioridade em vez de fronteiras políticas e ela examina as ameaças à conservação numa escala de paisagem. A partir desta perspectiva, para alcançar os resultados de conservação, o CEPF identifica e apoia uma abordagem regional, em vez de nacional, e envolve uma ampla gama de instituições públicas e privadas para atender as necessidades de conservação por meio de esforços coordenados.

Equipe de Implementação Regional do Cerrado

O Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB) é uma instituição brasileira do terceiro setor dedicada a formar e capacitar pessoas, bem como fortalecer organizações nas áreas de manejo dos recursos naturais, gestão ambiental e territorial e outros temas relacionados à sustentabilidade. O IEB atua em rede, busca parcerias e promove situações de interação e intercâmbio entre organizações da sociedade civil, associações comunitárias, instâncias de governo e do setor privado.

O IEB foi selecionado após um processo seletivo, em abril de 2016, para atuar como a Equipe de Implementação Regional (RIT, na sigla em inglês) com o papel de liderança estratégica do programa no Cerrado. O IEB irá gerenciar os pequenos e grandes projetos que serão apoiados durante a implementação do programa com início neste mês de julho de 2016 e término previsto em junho de 2021.