Início » Notícias » herói do hotspot

Tag: herói do hotspot

Conservacionista brasileiro homenageado como ‘Herói do Cerrado – Hotspot de Biodiversidade’ pelo Fundo de Parceria Para Ecossistemas Críticos

Damião M. Santos está sendo reconhecido pelas conquistas na proteção das espécies e ecossistemas do Cerrado

por Julie Shaw, via Fundo de Parceria Para Ecossistemas Críticos (Critical Ecosystem Partnership Fund)

 

Na semana em que comemoramos o Dia Mundial do Meio Ambiente (05/06), o Fundo de Parceria Para Ecossistemas Críticos (Critical Ecosystem Partnership Fund) do hotspot de biodiversidade do Cerrado anuncia que Damião M. Santos e outros nove conservacionistas de todo o mundo foram nomeados “Heróis dos Hotspots“, por seus esforços para proteger locais considerados por sua alta biodiversidade do mundo. Os homenageados foram escolhidos entre as centenas de organizações da sociedade civil que receberam doações do CEPF nos 10 hotspots globais de biodiversidade onde o fundo atua atualmente e o anúncio foi feito no Dia Internacional da Biodiversidade, celebrado no último dia 22 de maio.

O CEPF está reconhecendo esses heróis como parte das comemorações de seu 20º aniversário. O fundo capacita organizações não governamentais, grupos indígenas, universidades e empresas privadas para proteger os hotspots mundiais de biodiversidade – as regiões terrestres mais diversas do mundo, porém ameaçadas – e ajudar as comunidades a prosperar. O CEPF faz isso através de subsídios e apoio técnico para a conservação, fortalecimento organizacional e desenvolvimento sustentável.

Damião (direita) e colegas estudando a implantação de atividades turísticas no Rio Paranã. Foto: ©Associação Quilombo Kalunga / Acervo AQK

Os Heróis dos Hotspots e as organizações não-governamentais para as quais eles trabalham estão fazendo contribuições extraordinárias para a conservação. Eles são exemplos de pessoas dedicadas e dinâmicas que trabalham para garantir que ecossistemas intactos possam continuar a sustentar a flora e a fauna e fornecer ar limpo, água doce, solos saudáveis, meios de vida sustentáveis, resistência às mudanças climáticas e muito mais.

Damião Santos é membro da comunidade quilombola Kalunga, que é considerada a maior no Brasil e está localizada no noroeste do estado de Goiás nos municípios de Cavalcante, Monte Alegre e Teresina de Goiás, parte do hotspot de biodiversidade do Cerrado. Ele está ajudando a liderar esforços de conservação na comunidade. Chefiou a brigada de combate aos incêndios florestais de 2013 a 2018, e foi tesoureiro da Associação Kalunga de Guias de 2011 a 2014.

Sob sua orientação como presidente da Associação de Comunicação Kalunga Engenho II de 2015 a 2017, os esforços de ecoturismo deram grandes passos, incluindo a construção de trilhas e banheiros para turistas, cursos de gastronomia para funcionários de restaurantes, treinamento para guias e ampliação do centro de assistência ao turista.

“Damião Santos combina força, determinação, devoção e gentileza. Ele está ativamente envolvido em sua comunidade e totalmente comprometido com a conservação da biodiversidade”, disse Peggy Poncelet, diretora de subsídios do CEPF para o hotspot de biodiversidade do Cerrado.

Damião esteve ativamente envolvido no projeto financiado pelo CEPF, que utilizou georreferenciamento e levantamentos socioeconômicos para mapear o território Kalunga. A coleta de informações foi um processo árduo no qual o Sr. Santos e outros membros da equipe viajaram longas distâncias para visitar as famílias espalhadas pela região. Os dados provaram ser altamente valiosos para o povo Kalunga, bem como para entes públicos locais e federais.

“Os Heróis dos Hotspots representam os conservacionistas tenazes e comprometidos que estão agindo todos os dias para garantir o futuro dos hotspots de biodiversidade e as pessoas que dependem desses ecossistemas vitais”, disse o diretor executivo do CEPF, Olivier Langrand. “Eles enfrentam uma infinidade de desafios – longas horas, viagens cansativas, condições de trabalho difíceis, obstáculos políticos e até mesmo ameaças às suas vidas – em busca de um mundo saudável e sustentável”.

“O Sr. Santos é um defensor determinado da sua comunidade e dos ecossistemas nos quais eles dependem”, disse Langrand. “Suas ações e liderança estão ajudando a garantir um futuro saudável para a comunidade Kalunga e sua natureza”.

Leia mais sobre Damião M. Santos e os outros Heróis dos Hotspots.

O CEPF é uma iniciativa conjunta da Agence Française de Développement, da Conservation International, da União Europeia, do Global Environment Facility, do Governo do Japão e do Banco Mundial.

Desde 2001, o CEPF tem catalisado a conservação da biodiversidade, liderada localmente através de US$ 250 milhões em doações para mais de 2.400 organizações em 98 países em desenvolvimento e em transição. Os resultados incluem mais de 15 milhões de hectares de áreas protegidas formais estabelecidas, pelo menos 890 espécies globalmente ameaçadas apoiadas e mais de 3.500 comunidades beneficiadas. Saiba mais em www.cepf.net, Facebook, Twitter e LinkedIn.

###############################################

Contatos:

Michael Becker, líder da equipe de implementação regional do CEPF no hotspot de biodiversidade do Cerrado, michael.becker@iieb.org.br

Julie Shaw, diretora de comunicação do CEPF, jshaw@cepf.net


O Fundo de Parceria para Ecossistemas Críticos é uma iniciativa conjunta da Agência Francesa de Desenvolvimento, da Conservação Internacional, União Europeia, da Gestão Ambiental Global, do Governo do Japão e do Banco Mundial. Uma meta fundamental é garantir que a sociedade civil esteja envolvida com a conservação da biodiversidade.