Buriti – geração de renda para jovens e mulheres, conservação das Veredas e Chapadas

 

Direção estratégica 3: Promover e fortalecer as cadeias produtivas associadas com o uso sustentável dos recursos naturais e a restauração ecológica

Responsável: Cooperativa dos Agricultores Familiares e Agroextrativistas Grande Sertão Ltda.
E-mail: cooperativagrandesertao@gmail.com
Telefone: + 55 (38) 3223-2285

Corredor prioritário: Sertão Veredas – Peruaçu
Municípios: Januária (MG); São João das Missões (MG); Cônego Marinho (MG) e Bonito de Minas (MG)
Áreas protegidas: APA Cochá e Gibão; APA Bacia do Rio Pandeiros; APA Cavernas do Peruaçu e PARNA Cavernas do Peruaçu

Objetivo geral: Fortalecer as ações de conservação dos recursos naturais associados à geração de trabalho e renda junto aos povos e comunidades tradicionais do norte de Minas Gerais, em especial jovens e mulheres que com frequência tomam frente dos trabalhos que envolvem o agroextrativismo e beneficiamento dos produtos.

Objetivos específicos:

  • Aprimorar os mecanismos de monitoramento e propulsão da produção extrativista do buriti.
  • Investir em atividades de formação, acompanhamento técnico e fomento de iniciativas integradas em cadeias de produtos da sociobiodiversidade do Cerrado, e orientação para atendimento às demandas de qualidade dos mercados, tendo como referência de principais beneficiários populações tradicionais esquecidas da região do semiárido norte mineiro.
  • Realizar 20 oficinas de Boas Práticas de Fabricação (BPF) de raspas de buriti.
  • Realizar 20 visitas técnicas para acompanhamento e monitoramento da produção de raspas de buriti.

Valor do apoio: R$ 63.766,50

Duração: 10 meses

 

Imagens cedidas pela Cooperativa dos Agricultores Familiares e Agroextrativistas Grande Sertão Ltda.

 

Área de atuação do projeto.