Home » restoration

Tag: restauração

Guide “Herbs and shrubs for restoration of the Cerrado: no-till” available on CEPF Cerrado website

Já está disponível aqui no site do CEPF Cerrado o guia “Ervas e arbustos para restauração do Cerrado: semeadura direta” de autoria de Alexandre Bonesso Sampaio, Jose Felipe Ribeiro, Gustavo Barros Rocha, Fabiana Souza and Lais Nehme e publicado pela Rede de Sementes do Cerrado.

Com apoio do CEPF Cerrado and International Institute of Education of Brazil, a Cerrado Seed Network executa os projetos  “Training in ecological restoration of the Cerrado”, which aims to train actors in restoration actions, as well as others involved in the restoration process, on the diagnosis of degraded areas, restoration planning, restoration techniques and monitoring of restoration results. And the project “Mercado de sementes e restauração: provendo serviços ambientais e biodiversidade”, que visa atuar nos principais elos da cadeia de produção de sementes nativas: os coletores de sementes, os diversos tipos de compradores de sementes e a interligação entre estes atores.

*A Rede de Sementes do Cerrado (RSC) foi constituída em 2004 e tem como objetivo principal a defesa, a preservação, a conservação, o manejo, a restauração, a promoção de estudos e pesquisas, e a divulgação de informações técnicas e científicas relativas ao Bioma Cerrado, especialmente no Brasil Central. A RSC busca o fomento da cadeia produtiva de sementes nativa de Cerrado, equilibrando a oferta e a demanda de sementes, alinhado a geração de renda para comunidades locais e tradicionais. Por meio de capacitações e divulgações de informações técnicas a RSC busca ampliar os conhecimentos e garantir a proteção, valoração e preservação deste bioma. Para isso, a RSC mantém parcerias com entidades não lucrativas e governamentais. Estas parcerias fizeram possíveis a criação, edição e lançamento deste guia. A RSC agradece a todos os parceiros: Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF), uma iniciativa conjunta da Agência Francesa de Desenvolvimento, da Conservação Internacional, União Européia, da Gestão Ambiental Global, do Governo do Japão, e o Banco Mundial; Instituto Caixa Seguradora, Cooperação Alemã – GIZ, Embrapa, Projeto Biomas, Serviço Florestal Brasileiro, Instituto Chico Mendes, Centro Nacional de Avaliação da Biodiversidade e de Pesquisa e Conservação do Cerrado, Universidade de Brasília, Instituto Internacional de Educação do Brasil, Associação de Coletores de Sementes da Chapada dos Veadeiros – Cerrado de Pé e Coletivo Restaura Cerrado.

Acesse o guia na versão pdf no nosso acervo.


*Texto retirado do prefácio do guia.

The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

Guide & #8220; Seeds, Seedlings & Restoration in Southeastern Goiás & #8221; available on CEPF Cerrado website

Já está disponível aqui no site do CEPF Cerrado o guia  “Sementes, plântulas e restauração no sudeste goiano” de autoria de Hélder Consolaro, Monique Alves, Maxmiller Ferreira e Daniel Vieira.

Este guia é fruto da cooperação técnica e financeira da Universidade Federal de Goiás, Regional Catalão, Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Serra do Facão Energia S.A. (Sefac) e Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), viabilizada pelo Programa de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico do Setor de Energia Elétrica (ANEEL-P&D), a partir do projeto intitulado “Development of methodology and technique for the implementation of Permanent Preservation Areas through direct seeding restoration: Research to reduce costs and improve the ecological potential of APPs plantations”.

The guide consists of information on seeds and seedlings of 40 species of Cerrado that can be used for the restoration of native vegetation via direct sowing or for the production and planting of seedlings. For each species, the authors provided morphological characteristics to assist their identification in the field and ecological and practical information for the use of species in ecological restoration.

Acesse o guia na versão pdf no nosso acervo.


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

New climate smart investment arrangement aims to promote sustainable land and water use in the Cerrado region of Minas Gerais

texto original disponível via IUCN

Marcas globais de café e organizações ambientais apoiam um programa inovador liderado pelo Consórcio de Águas do Cerrado

Patrocínio, Minas Gerais, Brasil, 8 de agosto de 2019 – Um arranjo de investimento inovador e inteligente para proteger a biodiversidade e o fornecimento de água no planalto central do país começou este mês, de acordo com o Consórcio Cerrado das Águas, apoiado por algumas das principais marcas de café e organizações de conservação do mundo.

Com base em um projeto liderado pela IUCN e apoio inicial da Nespresso, as grandes marcas de café Nestlé e Lavazza e a trading Expocaccer, agora juntaram forças para firmar um compromisso de cinco anos para apoiar a iniciativa do Consórcio Cerrado das Águas na região do Minas Gerais Cerrado, uma das principais áreas de cultivo de café do Brasil e um hotspot de biodiversidade reconhecido mundialmente.

O Consórcio planeja investir na proteção dos ecossistemas naturais encontrados em 124 propriedades, ao longo da bacia do rio Feio, no estado de Minas Gerais, que está cada vez mais ameaçada pelo uso insustentável da terra, pelo uso ineficiente da água e pelas mudanças climáticas. A região é responsável por 12% da produção nacional de café.

“Promover a recuperação e conservação dos serviços ecossistêmicos como um seguro contra a mudança climática nessa importante paisagem é um dos principais objetivos do programa de investimentos”, diz Guilherme Amado, gerente da Nespresso no Brasil. “No local piloto em Patrocínio, onde todo o município e cafeicultores dependem dessa única bacia, os agricultores também terão uma visão clara da degradação dos serviços ecossistêmicos em suas fazendas e receberão aconselhamento profissional e financiamento para torná-los resilientes às mudanças climáticas”

“Sob o novo programa de investimentos, os proprietários de terra serão literalmente gerentes de ativos ambientais e suas decisões de proteger os principais serviços ecossistêmicos – como a vegetação nativa e córregos – contribuirão diretamente para a restauração da paisagem do Cerrado ”, diz Giulia Carbone, Diretora Adjunta do Programa de Negócios e Biodiversidade da IUCN.

No primeiro ano, as quatro empresas se comprometeram com quase US$ 100 mil para apoiar o Consórcio. Além disso, este recebeu uma doação de US$ 400.000, a maior até o momento, do Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF Cerrado) para implementar o novo esquema, chamado de Programa de Investimentos para Produtores Conscientes. Este foi o maior subsídio já concedido pelo CEPF, que tem doadores, como a Agência Francesa de Desenvolvimento, a Conservação Internacional, a União Europeia, o Fundo Mundial para o Meio Ambiente, o Governo do Japão e o Banco Mundial.

Gláucio de Castro, Presidente do Consórcio Cerrado das Águas. Fotos: Acervo FUNDACCER

“A Lavazza acredita firmemente que a sustentabilidade é uma responsabilidade compartilhada e que a integração entre crescimento econômico, inclusão social e proteção ambiental é o único paradigma que pode criar valor. Como uma iniciativa de participação múltipla, o Consórcio Cerrado das Águas demonstrou por que as empresas precisam adotar uma abordagem de longo prazo e contribuir para o cenário mais amplo em que trabalhamos ”, afirma Mario Cerutti, Diretor de Relações Institucionais e Sustentabilidade da Lavazza.

A região do Cerrado abrange 21% do país e 11 milhões de hectares estão no estado de Minas Gerais. Seu bioma é único, dado o número de espécies endêmicas. Além disso, a região fornece 40% da água doce do país, mas 29 das bacias hidrográficas estão em “áreas de conflito de água”, segundo o Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM).

 “Promover a restauração e conservação dos serviços ecossistêmicos como um seguro contra as mudanças climáticas é um objetivo fundamental do programa de investimentos”, afirma o diretor sênior de Conservação Internacional do Brasil, Miguel Moraes. “Em Patrocínio, onde a comunidade e os cafeicultores compartilham a única bacia hidrográfica, os produtores poderão administrar o fluxo de água pela primeira vez. Os produtores também terão uma visão clara da degradação dos serviços ecossistêmicos em suas propriedades e receberão aconselhamento profissional e financiamento para ajudar a tornar esses serviços resilientes às mudanças climáticas ”.

Todos esses esforços são críticos para restaurar a paisagem e garantir que as cadeias de valor do café sejam sustentáveis. Como Peggy Poncelet, diretora de subsídios do Fundo de Parceria para Ecossistemas Críticos diz: “O objetivo é alcançar a restauração livre de químicos com espécies nativas do Cerrado e fornecer aos produtores de café conhecimento sobre práticas agrícolas inteligentes e gestão de recursos hídricos para conciliar café sustentável, produção e conservação deste importante hotspot global para a biodiversidade. Por exemplo, parcerias com laboratórios agroecológicos locais, como a Emater (uma organização do setor público que oferece extensão rural), ajudarão a testar novas tecnologias para reduzir a incidência de ervas daninhas e doenças e, finalmente, restaurar a paisagem ”.

Sobre o Consórcio Cerrado das Águas

Criado em 2015, o Consórcio Cerrado das Águas, uma organização legalmente independente, é uma plataforma que reúne empresas, organizações da sociedade civil e representantes do governo com o objetivo de promover o desenvolvimento ambiental através da restauração da paisagem e manutenção dos serviços ecossistêmicos do Cerrado. Os membros do Consórcio incluem: CerVivo, Conservação Internacional, Fundo de Parceria para Ecossistemas Críticos (CEPF), Cooxupé, Expocaccer, Federação dos Cafeicultores do Cerrado, UICN, Lavazza, Nespresso e Nestlé.

Para mais informações, acesse a página do Consórcio Cerrado das Águas no site da IUCN.

Área em restauração em Patrocínio, MInas Gerais.

Conscious Producers Awards Program - Restoring Cerrado Ecosystem Services

The project “Programa de premiação para produtores conscientes – restaurando serviços ecossistêmicos no Cerrado” é executado pela Fundação de Desenvolvimento do Cerrado Mineiro (FUNDACCER). O objetivo central do projeto é estabelecer e implementar uma estratégia para restaurar a provisão de ecosystem services na bacia do Córrego Feio a longo prazo, por meio de um processo de engajamento dos produtores e atores locais. A FUNDACCER é uma organização sem fins lucrativos criada pela Federação dos Cafeicultores para promover a pesquisa, capacitação e coesão social em 55 municípios do Cerrado mineiro. Esses produtores de café enxergaram a necessidade de agir para garantir uma segurança climática na região a longo prazo. Sendo assim, o Consórcio das Águas do Cerrado trabalha de forma colaborativa para construir cenários transformadores, que resultam em paisagens produtivas e sustentáveis com o objetivo de:

1. Melhorar as práticas de gestão do solo e da água.
2. Promover a restauração da vegetação nativa e conservação de corredores ecológicos em nível regional.
3. Facilitar o intercâmbio de informações, através de serviços de extensão técnica para agricultores, a fim de melhorar as práticas ambientais.
4. Incentivar e facilitar o processo de regularização legal das fazendas, buscando conformidade com o Código Florestal.
O projeto conta com apoio do Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF, Critical Ecosystem Partnership Fund) and Brazilian International Institute of Education (IEB).

Saiba mais sobre o Consórcio Cerrado das Águas it's the Programa Produtor Consciente no vídeo abaixo:


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

Project in focus: Miranda-Bodoquena Corridor

The Miranda-Bodoquena Corridor project: filling social and environmental gaps, which was executed by ECOA and was supported by Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF, Critical Ecosystem Partnership Fund) and International Institute of Education of Brazil (IEB), was closed in January (2019) and aimed to assist the revegetation and conservation of the Cerrado, through the strengthening of non-timber extraction by communities and settlers of Mato Grosso do Sul.

With the purpose of optimizing the process of forest restoration started in 2016 in three rural settlements; will improve Cerrado fruit collection management, such as baru and bocaiúva and sensitize the market, promoting enhancement of by-products of native fruits of the Cerrado, the project achieved important impacts for the Miranda-Bodoquena corridor region.

In the end, the project expanded 1 of the 22.95 hectares of Mato Grosso do Sul Cerrado which were surrounded in 2016 with support from another project. This area is being restored, restoring the native vegetation and the recovery of 03 springs / streams: Madalena Stream and Lima Stream, in the Andalucia Settlement, Nioaque; and Agachi Stream, Bandeirantes Settlement, Miranda. In the area were also recorded the return of presence of native fauna, like raccoon or mangrove dog it's the tuiiú. In addition to this restoration process, the project team worked to promote the production of seedlings of native species of the Cerrado, made by settlers, in their own lots, giving them access to the seedlings, which are hardly found for sale in public or private nurseries in the state. By the end of the project 100 baru seedlings were produced, which were intended for planting in the fenced areas. Fifty guavira seedlings were also produced, in the early stages, 50 jatoba seedlings, and the project ended with the murici seeds, which will be sown this year.

ECOA staff also implemented the participatory monitoring in the project, through the citizen science tool, where the settlers indicated the fortnightly progress of the reforested areas and offered workshops that worked on the improvement of native fruit handling and processing techniques and the use of Agroforestry Systems properties, as an alternative to conservation and income generation in the settlements. The workshops also contributed to the rearticulation of the chain of local extractivismespecially baru, as well as the fair price debate. This was an opportunity to work to spread the potential of the native fruits of the Cerrado, consolidating product purchase markets. This articulation enabled the generation of alternative income for settled families, as well as the articulation of families from various settlements in the Miranda-Bodoquena corridor, for the collection and marketing of the chestnut itself.

Want to know more about other projects supported by CEPF Cerrado? Access the site and check it out!

Also know the actions of ECOA in the Cerrado of Mato Grosso do Sul!

 

Area of 22 ha that has undergone a reforestation process and is being monitored by the project. ECOA Collection
Cerrado areas under restoration in Miranda, MS. Aryanne Amaral / IEB Collection
Native fauna in the area under restoration. ECOA Collection
ECOA Collection

The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

Project Focus: Seed and Restoration Market

via Cerrado Seed Network

A equipe do Projeto Mercado de Sementes e Restauração: Provendo Serviços Ambientais e Biodiversidade, que conta com apoio do Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF, Critical Ecosystem Partnership Fund) and Brazilian International Institute of Education (IEB), realizou com a diretoria da Associação de Coletores de Sementes Cerrado de Pé (ACP), nos dias 11 e 12 de março, no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (GO) uma oficina gerencial. O encontro aconteceu com o objetivo de discutir sobre os processos administrativos vinculados à coleta, beneficiamento e venda das sementes para restauração.

Acervo Rede de Sementes do Cerrado/Gabriel Rosa

Participaram do encontro o Presidente da ACP, Claudomiro Cortes, o Vice-Presidente Rafael Brigato, o tesoureiro Valdeci Carvalho, o analista ambiental do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e coordenador do Projeto “Mercado de Sementes e Restauração: Provendo Serviços Ambientais e Biodiversidade”, Alexandre Sampaio , a gerente da RSC Camila Motta e o engenheiro florestal da RSC Gustavo Barros Rocha.

Veja matéria completa no site da Rede de Sementes do Cerrado.


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

Training in Cerrado seedling production brings together traditional peoples and communities in Mato Grosso do Sul

In November, the community of Aldeia Brejão promoted a practice in Cerrado seedling production, through the project Seedling Nursery for Agroforestry Production in Aldeia Brejão. This project receives support from Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF, Critical Ecosystem Partnership Fund) and Brazilian International Institute of Education (IEB).

The training workshop involved representatives from the Hanaiti Yomo'omo Association (AHY), the Ecology and Action NGO (ECOA), São Miguel quilombola community, Água Branca Village, Taboquinha Village, Rural Extension Agency, Angelina Vicente Indigenous State School, Municipal School Eugênio de Souza and representatives of the Cerrado Production, Research and Training Center (Ceppec), located in the Andalucia settlement, in Nioaque / MS.

The project Seedling nursery for agroforestry production in Aldeia Brejãowhich runs Hanaiti Yomomo Association (AHY), aims to include indigenous peoples in the community development process, ensuring a sustainable alternative in food security, the use of new social technologies, sustainable use of land and plant species in the Cerrado, as well as adding value and generating income through agricultural and extractivist means. One of the main components of this project is to train community members in agroecological transition and agroforestry systems, as well as in the production of fruits of plant species of the Cerrado. THE Training Workshop for Production of Seedlings of Native Cerrado Species It took place between November 30 and December 1, 2018 and was taught by Dr. Zefa Valdivina Pereira (UNICAMP). According to Alexandro Souza, project manager, & #8220; the two days of workshop were extremely rewarding work days & #8221 ;.

Want to know the other projects supported by Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF, Critical Ecosystem Partnership Fund) and International Institute of Education of Brazil (IEB)? Access our site or subscribe to our electronic bulletin.

Seedling Nursery for Agroforestry Production in Aldeia Brejão, Training Workshop for Production of Seedlings of Native Cerrado Species, November 2018.
Seedling Nursery for Agroforestry Production in Aldeia Brejão, Training Workshop for Production of Seedlings of Native Cerrado Species, November 2018.
Seedling Nursery for Agroforestry Production in Aldeia Brejão, Training Workshop for Production of Seedlings of Native Cerrado Species, November 2018.

The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

Projects in focus: Sustainable Production Practices

© COPABASE
© COPABASE

 

The project & #8220; Sustainable Production Practices as Promoters of Biodiversity Conservation in the Urucuian Wilderness & #8221;  promotes and strengthens the productive chains associated with the sustainable use of natural resources and ecological restoration through the diversification of agro-extractive production with sustainable management through the collective structuring of families within the region. Sustainable Family Farming Cooperative Based on Solidarity Economy - COPABASE, which is located in the Urucuia River basin region, one of the main tributaries of São Francisco.

In September, the COPABASE team began the construction of its nursery, where approximately 5,000,000 seedlings will be produced, among exotic species such as acerola, guava, tamarind, passion fruit, and the economically valuable native ones, such as baru, ipê, cagaita and jatoba. . The seedlings produced will be donated to the cooperative members to carry out the restoration of degraded areas and the implementation of family agro-extractive systems.


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan, the MacArthur Foundation and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

 

Political Strategies for the Cerrado were launched in Brasilia on 09/04

Méle Dornelas/Acervo ISPN

 

The document “Estratégias Políticas para o Cerrado” foi fruto de um processo de construção coletiva de diversas organizações da sociedade civil, como Instituto Centro de Vida (ICV), Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB), Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM), Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN), Instituto Socioambiental (ISA), Rede Cerrado e WWF-Brasil. A entrega simbólica do documento foi realizada pela Secretária Executiva da Rede Cerrado, Kátia Favilla, no evento “Desenvolvimento para Sempre – compromisso ambiental dos candidatos às eleições 2018” organizado pela Frente Parlamentar Ambientalista.

O documento reúne 27 recomendações em defesa do Cerrado e de seus povos e comunidades tradicionais, que foram baseadas em resultados de consultas interinstitucionais, incluindo a realização do National Strategy Cerrado Seminar Chamber of Deputies and a workshop, which was supported by the Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF Cerrado). Nessa oportunidade, além das organizações realizadoras, outras 13 organizações da sociedade civil e da academia colaboraram com o processo.

Leia matéria completa e acesse o documento na íntegra no site gives Cerrado Network.

 

Ato de entrega do documento Estratégias Políticas para o Cerrado. Méle Dornelas/Acervo ISPN
Ato de entrega do documento Estratégias Políticas para o Cerrado. Méle Dornelas/Acervo ISPN
Ato de entrega do documento Estratégias Políticas para o Cerrado. Méle Dornelas/Acervo ISPN

The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan, the MacArthur Foundation and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

Restoration Seeds

THE Cerrado Seed Networkthrough the project #8220; Seed Market and Restoration: Providing Environmental Services and Biodiversity & #8221;, offers for sale 71 species of native plants of the Cerrado for ecological restoration. In addition to 42 tree species, the list has 15 herbaceous and 14 shrubs. This project receives support from Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF) It's from Brazilian International Institute of Education (IEB).

Access to page Cerrado Seed Network for more information.

 


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan, the MacArthur Foundation and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

FestFlor 2018

 

Brasília recebeu a sexta edição da FestFlor Brasil (feira nacional da cadeia produtiva de flores e plantas ornamentais), realizada entre os dias 28 de junho e 1º de julho no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

Entre os mais de 150 estandes que participaram do evento, havia um com 100% de plantas e sementes nativas do Cerrado. Era o estande do projeto Jardins de Cerrado, idealizado pela arquiteta e paisagista Mariana Siqueira e realizado em parceria com diversas instituições, entre elas a Rede de Semente do Cerrado.

Ali, os visitantes encontraram mudas de ervas e arbustos nativos produzidos de forma pioneira no viveiro experimental do projeto, pelas mãos de Claudomiro de Almeida Cortes. Foram vendidas mudas de macela-do-campo, catuaba, caliandra, mimosa e diversos capins nativos, entre outros.

O estande divulgou também a comercialização de sementes nativas, tanto com a finalidade de restauração ecológica (realização da RSC e parceiros) quanto para paisagismo (através de parceria com a empresa VerdeNovo Sementes Nativas).

Um dos atrativos do espaço Jardins de Cerrado foram as publicações da Rede de Sementes do Cerrado. Dezenas de livros sobre gramíneas, árvores,  flores e frutos nativos foram adquiridos pelos visitantes.

O evento contou ainda com duas palestras sobre a introdução de plantas nativas do Cerrado no paisagismo, ambas ministradas por Mariana Siqueira: “Produção de sementes e mudas de ervas e arbustos do Cerrado” (dia 29/06) e “Jardins de Cerrado: potencial paisagístico da savana brasileira” (dia 30/06).

Nas palestras e no estande, foi divulgado o projeto Mercado de Sementes e Restauração: provendo serviços ambientais e biodiversidade, realizado pela Rede de Sementes do Cerrado in partnership with ICMBio, UnB e Associação Cerrado de Pé, entre outros. O projeto é financiado pelo Critical Ecosystem Partnership Fund (uma iniciativa conjunta da Agência Francesa de Desenvolvimento, da Conservação Internacional, União Europeia, da Gestão Ambiental Global, do Governo do Japão, da Fundação MacArthur e do Banco Mundial), com o International Institute of Education of Brazil.

Com isso, a flora do Cerrado aproxima-se, a cada dia mais, dos jardins urbanos e da vida das pessoas – e as sementes nativas têm uma importância crucial nesse processo!

*Texto fornecido pela Rede de Sementes do Cerrado

 


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan, the MacArthur Foundation and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

ENVIRONMENTAL SUITABILITY IN RURAL PROPERTIES: the application of the Environmental Regularization Program (PRA)

 

 

The Biomes Project aims to develop and incorporate tree solutions for sustainable use of Brazilian farms and to enable farmers and technicians as potential implementers and multipliers of these solutions. Regarding the new Forest Code, this project seeks to integrate the supply of agricultural and forest products, increasing the possibility of economic gains linked to the conservation of the environment. The project, the result of a partnership with the Brazilian Confederation of Agriculture and Livestock (CNA) and the Brazilian Agricultural Research Corporation (Embrapa), is implemented in the six Brazilian Biomes (Pampa, Pantanal, Amazon, Caatinga, Cerrado and Atlantic Forest) and It is managed through national and regional coordination. Embrapa Cerrado is responsible for managing activities in the Cerrado.

Between the days June 25 and 27, 2018, at Embrapa Headquarters in Brasilia (DF) the environmental adaptation course of the rural property was held, which included the realization of the Project Biomes, Brazilian Forest Service, Secretariat of Extractivism and Rural Development, Ministry of the Environment , National Confederation of Agriculture and EMBRAPA.

Environmental Adequacy Course

The course aimed to test a proposed menu for a course in distance education so that farmers, technicians multipliers and professionals can work on the environmental adequacy of rural properties, in support of the Environmental Regularization Program provided for in native vegetation protection legislation. In which analysts and researchers from EMBRAPA, SFB, SEDR-MMA, ICMBio, EMATER, SENAR, CNA, DF Secretariat of Agriculture, SEMA, IBRAM participated, among others, with activities in the analysis and implementation in restoration, restorers, environmental managers, that is, important actors for the development of the Environmental Regularization Program. 70 people were expected to attend.

Check the schedule:

June 25th

8h Course Opening: Reception of participants and Presentation of the Project Biomes and Event Expectations. CNA & #8211; MMA & #8211; Embrapa

8h30 Challenges for conservation and restoration of the Cerrado Biome. José Felipe Ribeiro, Embrapa

10:00 Break

10h30 Cerrado vegetation: biotic and abiotic factors. José Felipe Ribeiro, Embrapa

11h30 Interactions flora and fauna in the restoration. Marcelo Kuhlmann & #8211; Biomes Project

12:15 pm Lunch

1:15 pm Collection, processing and storage of seeds of native species for environmental recomposition. Maria Cristina de Oliviera & #8211; UnB FUP

2:15 pm Nurseries and seedling production of native species. Maria Cristina de Oliviera & #8211; UnB FUP

3:15 pm Break

15h30 Brazilian Seed and Seedling Legislation applied to seeds and seedlings of native or exotic forest species and those of medicinal or environmental interest. MAP

5 pm Closure of the day

June 26th

8h Strategies for restoring degraded or altered forest environments & #8211; Risks and challenges associated with RAD

Daniel Luis Mascia Vieira, Embrapa

10:00 Break

10:30 am Strategies for restoring degraded or altered savanna and country environments Alexandre Sampaio & #8211; ICMbio

12:30 pm Lunch

13h30 Monitoring of overwriting jobs: Why, what, who, where and when to monitor? Daniel Luis Mascia Vieira, Embrapa

3:00 pm Break

3:30 pm Practice: Monitoring of recomposed areas. Alexandre Sampaio & #8211; ICMbio; Daniel Luis Mascia Vieira and José Felipe Ribeiro, Embrapa

5 pm Closure of the day

June 27th

8h Environment Web System. What it is, what it is for and how to use it. Allan Milhomens & #8211; SEDR / MMA

9h Biodiversity Conservation: Sustainability and Innovation. Financial analysis of the models. The Restoration Chain Business! José Felipe Ribeiro, Embrapa

10:00 Break

10h30 Federal Environmental Legislation: Law 12.651 / 2012, CAR, PRA and PRADA. Understand the Native Vegetation Protection Act (12.651 / 2012) and its importance in restoration. Janaina Rocha & #8211; SFB / MMA

11:15 am Situation of CAR and PRA in the Federal District. Amanda Porto & #8211; IBRAM

12:30 pm Closing

 

 

Campaign Offsets Cerrado

No mês de junho foi lançada a Campanha Compensa Cerrado por um novo modelo de compensação florestal visando a recuperação e conservação do Cerrado.

The Distrito Federal tem uma regra que obriga a todos que desmatarem áreas de Cerrado, para fins de urbanização, a compensarem os impactos que causaram. A legislação que regulamenta a compensação, no entanto, é antiga (Decreto 14783, 1993) e sua implementação ao longo desses 25 anos demonstrou que, para que ela cumpra com seu objetivo, ela precisa ser atualizada.*
Um grupo de especialistas, representantes do governo, sociedade civil e setor produtivo, no âmbito da Aliança Cerrado, trabalhou durante dois anos para formular uma nova regra de compensação para o DF, que pudesse ao mesmo tempo trazer mais benefícios e menos custos financeiros. A proposta, que passou também por análise do Conselho de Meio Ambiente – CONAM, está aguardando aprovação do Governo do Distrito Federal.*

Para mais informações da campanha acesse a página oficial!

*Texto por Compensa Cerrado · Campanha pela assinatura do novo Decreto de Compensação Florestal do DF

 

 

Rural communities receive training in rural property management in DF

 

 

A equipe da Bartô Networkthrough the project “Agrofloresta prestadora de serviços ecossistêmicos”, realizou no mês de Abril capacitação no pré-assentamento Rosely Nunes, localizado na bacia do rio Pipiripau, região nordeste do Distrito Federal, a 55 Km do centro de Brasília (DF).

Trinta comunitários, entre homens, mulheres, jovens e adultos participaram da capacitação em Gestão da Propriedade Rural, que teve como objetivo ministrar noções básicas da administração da propriedade rural. “Esta capacitação tem um caráter continuado”, informou Rafael Pinzón, líder do projeto. O acompanhamento das famílias irá se manter ao longo do processo de produção e plantio de mudas, especialmente ao longo da produção na propriedade de cada família. Os principais temas abordados foram a gestão da casa, da propriedade e saúde, da propriedade e alimentação, da propriedade e produção, da propriedade e agroecologia, agricultura sustentável, transição agroecológica, gestão da propriedade e comercialização e controles para a gestão da propriedade.

A capacitação despertou o interesse pela gestão da propriedade a partir da gestão da habitação. Os grupos de trabalho  sugeriram melhorias para aumentar a qualidade de vida da comunidade, a partir da higiene no ambiente familiar. Aspectos importantes para a gestão da propriedade também entraram na pauta de discussões, como a aquisição dos insumos e ferramentas, plantio, cuidados com as plantações, colheita, armazenamento e comercialização.

 

Foto: Rede Bartô

 

 

WebAmbiente assists decision making in the environmental adequacy process

 

 

The WebAmbiente foi lançado este ano e é um sistema de informação interativo, que tem como objetivo facilitar o armazenamento e a busca de informações sobre soluções tecnológicas para uso, recuperação e restauração da paisagem em Áreas de Reserva Legal e de Preservação Permanente ao nível nacional. O sistema também visa apoio à implementação do novo Código Florestal, ao estimular o uso do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e reúne informações sobre coletas de semente, produção de mudas e plantios de restauração ecológica.

Os destaques da  nova ferramente são o Simulador de Recomposição Ambiental, que fornece sugestões específicas para recomposição de áreas. E a lista extensa e atualizada de espécies da flora nativa que pode ser acessada por bioma, formação vegetal e fitofisionomia com indicações das espécies que podem ser utilizadas nos processos de recomposição.

Esta iniciativa faz parte de uma ação conjunta da Embrapa e da Secretaria de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável-MMA, em cooperação com diversos especialistas de diferentes instituições parceiras.

Para conhecer o sistema acesse: https://www.webambiente.gov.br/  

Mais informações:  

 

 

Cerrado Seed Network to promote courses in Goiás and Minas Gerais on ecological restoration and seed collection

THE Cerrado Seed Network will promote in the month of June the courses & #8220;Seed Collection & #8221; and #8220;Ecological Restoration & #8221;. The Seed Collection course will be taught in the cities of Mambaí (GO) and in the region of Peruaçu (MG) and the Ecological Restoration course only in the region of Peruaçu (MG).

The restoration course is part of the project & #8220; Training in ecological restoration of the Cerrado & #8221;, which is supported by CEPF Cerrado, and aims to train actors in restoration actions, as well as others involved in the restoration process, on the diagnosis of degraded areas, restoration planning, restoration techniques and monitoring of restoration results. The seed collection course is a project initiative #8220; Seed Market and Restoration: Providing Environmental Services and Biodiversity & #8221;, which also receives support from CEPF Cerrado and aims to act in the main links of the native seed production chain: the seed collectors, the different types of seed buyers and the interconnection between these actors.

Registration for each course can be done at the links below:

Seed Collection & #8211; Mambaí / GO & #8211; June 8-10
https://goo.gl/forms/g2D7HdxkILfTXdJl1

Seed Collection & #8211; Peruaçu / MG & #8211; June 12-13
https://goo.gl/forms/dHiVTswQVp3j6q1K2

Ecological Restoration & #8211; Peruaçu / MG & #8211; June 14-15
https://goo.gl/forms/15HBcy5GApJ1twau1

 

 

 

 

Projeto de restauração no Tocantins ajuda a recompor áreas de Cerrado

The project Restaura Tocantins está ajudando a recompor 15 hectares de áreas de Cerrado no estado, através da técnica de semeadura direta de sementes nativas, onde as sementes coletadas são lançadas diretamente no local a ser restaurado. Através desta coleta, beneficiamento e armazenamento de sementes de espécies arbóreas nativas foi constituído um amplo banco de germoplasma e foram instalados Módulos Demonstrativos de Restauração (MDR) em áreas degradadas e alteradas de Preservação Permanente (APP) e Reserva Legal (RL), nas propriedades rurais da região central do Tocantins. Os MDR serão monitorados por meio de avaliações periódicas de parâmetros e indicadores da sucessão ecológica e do potencial uso econômico.

Técnica de semeadura direta. Foto: Ricardo Haidar
Técnica de semeadura direta. Foto: Ricardo Haidar
Técnica de semeadura direta. Foto: Ricardo Haidar
Técnica de semeadura direta. Foto: Ricardo Haidar
Área em processo de restauração. Foto: Ricardo Haidar
Área em processo de restauração. Foto: Ricardo Haidar
Área em processo de restauração. Foto: Ricardo Haidar
Foto: Ricardo Haidar
Fruto e sementes de fava-de-bolota. Foto: Ricardo Haidar
Fotos: Ricardo Haidar
Fotos: Ricardo Haidar

 

O grande objetivo do projeto é promover o uso racional da flora e da cobertura de vegetação nativa do estado do Tocantins, transformando áreas subutilizadas em zonas estratégicas para a economia do estado, diminuindo o custo da restauração e proporcionando a viabilidade econômica destas áreas para o produtor rural. Esse projeto é uma iniciativa da Universidade Estadual do Tocantins (UNITINS) em cooperação técnica com instituições de extensão, fomento, fiscalização e planejamento florestal/rural do estado do Tocantins, e conta com o apoio de instituições de pesquisa/ensino, do terceiro setor e de recursos privados de proprietários rurais.

Veja a matéria completa:

 

 

 

 

IEB, CEPF and CI / GEF mission visits Cerrado conservation projects in Mato Grosso do Sul

In this month of April, the International Institute of Education of Brazil / CEPF Cerrado received a visit from the CEPF International and Conservation International / GEF for a visit to projects that are already running in the areas of Cerrado of Mato Grosso do Sul.

The projects were approved by CEPF Cerrado First Call 2016 and are executed by Hanaiti Yomo'omo Association (AHY), ECOA, Neotropic Foundation of Brazil and WWF-Brazil and are developing work aimed at restoration, training, territorial management, public policy, protected areas and agroecology.

THE AHY and the ECOA They work with the strengthening of communities, the first seeking the inclusion of indigenous people and the second with rural settlers, by adding value and generating income through the Cerrado's agricultural and agro-extractive products. In addition, ECOA is following a vegetation restoration process started in 2016 in 15 areas (totaling approximately 22 ha). THE Neotropic Foundation of Brazil and WWF-Brazil seek to strengthen CONDEMAs to support local decisions that contribute to the conservation of the Cerrado and to the achievement of global biodiversity conservation goals. In addition, WWF-Brazil aims to promote participatory municipal land use planning and develop community-based programs for ecological restoration.

Know the details of each project in the site of CEPF Cerrado.

Quilombola Territory in Corguinho, MS.
Seedling nursery in the Aldeia Brejão indigenous community in Nioaque, MS.
Cerrado areas under restoration in Miranda, MS. Aryanne Amaral / IEB Collection
Teams from IEB, CEPF, CI, ECOA, Neotropic Foundation of Brazil and WWF-Brazil.

Photos: Aryanne Amaral / IEB

The return of wildlife in a restored area on the Miranda-Bodoquena Corridor

ECOA's technical team (Ecology and Action) along with seated monitors have been monitoring a reforested area of 22 ha, which had the process of restoration started in 2016. In these visits, they identified areas with great potential for natural regeneration, where springs are gradually recovering with the aid of reforestation vegetation. In addition to the restoration process of ecosystem services, ECOA's technical team has been recording the constant return of wildlife in the region. In the area the presence of the tapir (Tapirus terrestris)hand-naked (Procyon cancrivorus) and tuíiús (Jabiru mycteria).

Records of the presence of tuíiús and hand-naked in the area undergoing regeneration. © ECOA
Tapir footprint in the area. © ECOA

ECOA performs project activities “Miranda-Bodoquena Corridor: filling social and environmental gaps”In regions of the municipalities of Nioaque and Miranda (MS). The project is supported by CEPF Cerrado and aims to assist in the revegetation and conservation of the biome, by strengthening non-timber extraction in the communities and settlements of the Miranda corridor - Bodoquena.

 

Rural communities receive training through project supported by CEPF Cerrado

On February 23 and 24 (2018), the staff of the Bartô Networkthrough the project & #8220; Agroforestry Providing Ecosystem Services & #8221; conducted training in rural communities in the Pipiripau River basin, located in the northeast of the Federal District, 55 km from the center of Brasília (DF).

The new rural settlers of the Agrarian Reform, Roseli Nunes community, received training focused on the importance of collective work, where they were presented notions about the bases of associativism and cooperativism. THE Oziel Alves community had the training focused on presentation of the new Forest Code, where the importance of Permanent Preservation Areas, Legal Reserve, Rural Environmental Registry and Cerrado restoration were emphasized. In all, the training involved 44 people with an average age between 18 and 60 years.

The next steps of the project foresee the conservation of Cerrado areas within the farmers' lot through natural regeneration and planting of seedlings; the maintenance of the legal reserve community areas through a continuous campaign of environmental education and seedling enrichment and the implementation of agroforestry.

The project & #8220; Agroforestry Providing Ecosystem Services & #8221; It is supported by CEPF Cerrado and has as its main objective the beneficiation of family farming communities that are in the Cerrado biome and the RIDE Brasilia, which are part of a key area for biodiversity in Central Brazil. More information about the project at site from CEPF Cerrado.

 

Training conducted by Rede Bartô in rural communities located around Brasilia (DF). Photos: © Aryanne Amaral

 

 

 

Conservation actions promoted by civil society and communities in the Miranda-Bodoquena Priority Corridor

The NGO Ecology and Action (ECOA) started its activities on the project & #8220; Miranda-Bodoquena Corridor: filling socio-environmental gaps& #8221; in regions of the municipalities of Nioaque and Miranda (MS). The project is supported by CEPF Cerrado and aims to assist in the revegetation and conservation of the biome, by strengthening non-timber extraction in the communities and settlements of the Miranda corridor - Bodoquena.

ECOA's technical team together with seated monitors have been monitoring a reforested area of 22 ha, which had the process of restoration started in 2016. In these visits, they identified areas with great potential for natural regeneration, where springs are gradually recovering with the aid of reforestation vegetation.

At the beginning of these first actions in the region, the ECOA team received a positive return from landowners, who were willing to cooperate, which generated a waiting list of people willing to reforest their Permanent Preservation Areas (APPs). Usually, as the team reported, one of the biggest difficulties encountered by reforestation actions is the consent of the owners. In many regions, it is quite difficult to find people who authorize APPs to be closed and replanted.

With these actions, the project foresees that in the medium and long term, the community bases and associations in the settlements will be strengthened by the increase of extractive production, which will be promoted through the planting of species, which benefits the expansion of the areas of conservation of the Cerrado in the Bodoquena corridor - Miranda.

 

Area of 22 ha that has undergone a reforestation process and is being monitored by the Miranda-Bodoquena Corridor project, carried out by Ong Ecologia e Ação (ECOA) and with support from CEPF Cerrado.

 

 

Pegadas de mão-pelada (Procyon cancrivorus) registradas por projeto apoiado pelo CEPF Cerrado

Pegadas de mão-pelada, ou também popularmente conhecido como raccoon or mangrove dog, foram registradas pela equipe da ONG ECOA durante viagem técnica. O diretor científico Rafael Morais fez o registro em uma área que está passando por um processo de recomposição da vegetação nativa de Cerrado, na região do assentamento Boa Esperança (Mato Grosso do Sul). De acordo com a nota divulgada pela equipe, o animal é raro em região de supressão vegetal. Veja a notícia completa no site da ECOA.

As atividades da ECOA estão sendo apoiadas pelo Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF Cerrado)through the project “Corredor Miranda-Bodoquena”, que visa auxiliar na revegetação e conservação do Cerrado, através do fortalecimento do extrativismo não madeireiro nas comunidades e assentamentos do corredor Miranda – Bodoquena, Mato Grosso do Sul.

Conheça mais sobre os projetos apoiados pelo CEPF Cerrado neste link!

 

Pegadas de mão-pelada/guaxinim (Procyon cancrivorus) registradas pela equipe da Ong ECOA. Foto retirada do site da ECOA (©Rafael Morais).

 

 

Cursos de adequação da propriedade rural no Cerrado serão oferecidos em Brasília e Cuiabá

 

No Cerrado, estima-se que haja mais de 5 milhões de hectares a serem restaurados para cumprimento da legislação e da meta de restauração assumida pelo governo Brasileiro durante a COP21 (2015). Os desafios são muitos e a inovação é necessária, para que práticas que hoje são inovadoras, passem a ser testadas e implementadas em larga escala de forma a permitir a restauração ecológica de vegetações campestres e savânicas, que caracterizam mais de 60% da área original do Cerrado¹.

The project “Mercado de Sementese Restauração Provendo Serviços Ambientais e Biodiversidade” administrado pela Cerrado Seed Network e sob coordenação do ICMBio e parcerias da Embrapa and Universidade de Brasília, foi contemplado na Primeira Chamada do edital do CEPF. Neste projeto, três toneladas de sementes serão distribuídas para fomentar o uso de técnicas, além de promover a melhoria do comércio de sementes, através de treinamento de coletores, desenvolvimento de um aplicativo para comunicação entre as pontas da cadeia de restauração e serão realizados cursos.

O curso Adequação Ambiental da Propriedade Rural permeia temas como a caracterização ecológica do Cerrado, legislação ambiental federal, estratégias de recomposição, espécies nativas de interesse econômico, riscos e desafios associados à RAD e o monitoramento da recomposição. O primeiro curso aconteceu em Palmas (TO) entre os dias 09 e 11 de outubro (2017) e os próximos estão programados para ocorrer em Cuiabá (MT), no período de 29/11 a 01/12 e em Brasília (DF), no período de 05 a 07/12. Os detalhes da programação do curso que será oferecido em Brasília podem ser acessados aqui, as inscrições podem ser efetuadas através do portal da Embrapa Cerrados até o dia 26/11 e mais informações podem ser obtidas através do telefone (61) 3388-9940. As inscrições para o curso de Cuiabá já estão encerradas, porém mais informações podem ser obtidas com a analista ambiental da SEMA (MT) que está à frente da atividade, Ligia Nara Vendramin, através do email (ligiavendramin@sema.mt.gov.br).

 

¹Adaptado do texto enviado por Alexandre Bonesso Sampaio – Analista Ambiental CECAT/ICMBio

Projeto “Restauração de Campos e Savanas no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros” é premiado em conferência internacional sobre restauração

Equipe do projeto “Restauração de Campos e Savanas no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros” recebendo o prêmio na VII Conferência Mundial da Sociedade Internacional de Restauração Ecológica (SER). (Foto cedida pela equipe)

The project “Restauração de Campos e Savanas no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (PNCV)” foi premiado como o melhor projeto de restauração apresentado na VII Conferência Mundial da Sociedade Internacional de Restauração Ecológica (SER), realizada entre agosto e setembro de 2017. O projeto, coordenado pelo ICMBio, concorreu com outros 14 projetos, tendo ficado entre os três finalistas. Este projeto foi iniciado em 2010, no intuito de erradicar espécies invasoras e restaurar áreas degradadas no Parque. Em 2012, o analista Alexandre Bonesso Sampaio (CECAT/ICMBio) em parceria com outros servidores, propuseram a ampliação da escala dos experimentos de restauração, incluindo as espécies herbáceo-arbustivas do Cerrado. A técnica testada foi a semeadura direta de espécies nativas, em muito inspirada no método de restauração das florestas do entorno do Parque Nacional do Xingu. Este projeto já contou com o financiamento da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza e Rede de Sementes do Cerrado, e conta, com apoio de pesquisadores da Embrapa, como Daniel Mascia Vieira e José Felipe Ribeiro, e da UnB, Isabel Belloni Schmidt e Sarah Caldas, além de contar com o apoio da comunidade do entorno do PNCV. O projeto sempre buscou gerar conhecimento e aprimorar técnicas de restauração de menor custo e alta eficiência para restaurar formações savânicas e campestres do Cerrado, envolvendo as comunidades locais em todas as etapas. Em 2016, todos os envolvidos no projeto se uniram para orientar uma ação inovadora no Parque. O objetivo era realizar reposição florestal via semeadura direta de plantas nativas, promovendo em larga escala a primeira restauração de formações savânicas e campestres do Cerrado. Os plantios desta reposição foram realizados em 2015 e 2016, onde foi possível restaurar 94 ha.

A restauração ecológica de savanas e campos do Cerrado é um desafio ainda pouco estudado e aplicado. Apesar disso, as práticas desenvolvidas no PNCV, com réplicas na REBIO Contagem (Brasília-DF) e na Fazenda Entre-Rios (PAD-DF), indicam que é possível restaurar em larga escala as formações savânicas e campestres. Este resultado só foi atingido graças ao envolvimento ativo da comunidade do entorno do PNCV, especialmente na produção de sementes nativas e nas atividades de semeadura e manutenção das áreas. Hoje, há mais de 70 famílias de coletores de sementes organizadas junto à Associação Cerrado de Pé, que é primeira a ofertar sementes de espécies herbáceo-arbustivas no Cerrado. Atualmente os coletores da Chapada dos Veadeiros ofertam sementes de 80 espécies nativas, entre ervas, arbustos e árvores. Desde 2012 foram restaurados 105 ha, a partir da semeadura de cerca de 25 toneladas de sementes de plantas nativas, movimentando R$ 170.000 para comunidades locais.

adaptado do texto enviado por Alexandre Bonesso Sampaio – Analista Ambiental CECAT/ICMBio