Home » Indian people

Tag: povos indígenas

Xavante Etenhiritipá Association starts project focused on governance and payment for environmental services

Foto: Aryanne Amaral/Acrevo IEB

No último dia 9 de julho, o diretor presidente da Associação Xavante Etenhiritipá (AXE), Jurandir Siridiwe e a pesquisadora Fernanda Viegas Reichardt, se reuniram em São Paulo com a Procuradora Regional da República da 3ª Região (4ª CCR/MPF) e Gerente do Projeto Conexão Água do Ministério Público Federal, Sandra Akemi Shimada Kishi.

A razão desse encontro foi dar início à governança e iniciar um diálogo formal com o Ministério Público Federal sobre os objetivos do projeto “Pagamento por Serviços Ambientais – PSA e a adoção de práticas sustentáveis que contribuam a qualidade, a quantidade e com o regime de vazão das águas das bacias hidrográficas Tocantins-Araguaia e Amazônica (Sub-bacia do Rio Xingu)”.

Neste encontro, a equipe discutiu a possbilidade de ampliação da área do projeto, como sugestão da Dra. Sandra, que incluiria as regiões conhecidas pelo povo Xavante como Sõrepré  e Wedezé. Sõrepré é território considerado como “berço da cultura Xavante”, localizado ao Norte da Terra Indígena (TI) Pimentel Barbosa, que ainda não foi homologado ou demarcado como Terra Indígena. Há uma hipótese de que esta seja uma área de recarga de aquífero, mas ainda não existem dados para comprovar. Wedezé é o local de nascimento de muitos Xavantes que hoje habitam a Aldeia Etenhiritipá. É território contíguo a TI Pimentel Barbosa, localizado na margem direita do Rio das Mortes. Atualmente, Wedezé encontra-se ocupado por propriedades rurais com áreas que variam de 600 hectares a 25 mil hectares.

Para Fernanda Reichardt, “este encontro foi uma conversa inicial, mas essencial para iniciarem a discussão da criação do plano de ação que atuará na governança e viabilização do PSA no território Xavante”.

Confira a entrevista do diretor presidente da Associação Xavante Etenhiritipá (AXE), Jurandir Siridiwe no programa Nação Futebol:


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

Timbira People Articulation for PNGATI implementation

via Centro de Trabalho Indigenista

Em parceria com a Associação Wyty Catë das Comunidades Timbira do Maranhão e Tocantins, The Centro de Trabalho Indigenista acaba de dar início ao projeto “Timbira People Articulation for PNGATI implementation”, que tem o objetivo de fomentar a implementação da Política Nacional de Gestão Ambiental e Territorial de Terras Indígenas (PNGATI) no Cerrado, por meio da consolidação de uma rede de indígenas Timbira. Esta rede pretende reforçar o papel destes povos e seus territórios como importantes áreas de conservação dos recursos naturais e da sociobiodiversidade associada. O projeto conta com apoio do Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF, Critical Ecosystem Partnership Fundand Brazilian International Institute of Education (IEB).

Ritual Timbira/Acervo CTI

Em fevereiro, o CTI deu início ao planejamento junto à Associação Wyty Cate, consolidando o calendário de atividades para 2019. A primeira atividade de campo já foi realizada nas Terras Indígenas Kanela e Porquinhos, com diálogos produtivos sobre a gestão ambiental e territorial daqueles territórios, sobre a articulação política das organizações indígenas e sobre a formação de jovens Timbira, que acontecerá em breve no escopo do projeto. As próximas rodadas de reuniões pelos territórios Timbira estão previstas para acontecer nas aldeias das TIs Kraholândia, Krikati, Governador, Apinajé e Geralda Toco Preto.

Veja matéria completa no site do Centro de Trabalho Indigenista!


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

Training in Cerrado seedling production brings together traditional peoples and communities in Mato Grosso do Sul

In November, the community of Aldeia Brejão promoted a practice in Cerrado seedling production, through the project Seedling Nursery for Agroforestry Production in Aldeia Brejão. This project receives support from Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF, Critical Ecosystem Partnership Fund) and Brazilian International Institute of Education (IEB).

The training workshop involved representatives from the Hanaiti Yomo'omo Association (AHY), the Ecology and Action NGO (ECOA), São Miguel quilombola community, Água Branca Village, Taboquinha Village, Rural Extension Agency, Angelina Vicente Indigenous State School, Municipal School Eugênio de Souza and representatives of the Cerrado Production, Research and Training Center (Ceppec), located in the Andalucia settlement, in Nioaque / MS.

The project Seedling nursery for agroforestry production in Aldeia Brejãowhich runs Hanaiti Yomomo Association (AHY), aims to include indigenous peoples in the community development process, ensuring a sustainable alternative in food security, the use of new social technologies, sustainable use of land and plant species in the Cerrado, as well as adding value and generating income through agricultural and extractivist means. One of the main components of this project is to train community members in agroecological transition and agroforestry systems, as well as in the production of fruits of plant species of the Cerrado. THE Training Workshop for Production of Seedlings of Native Cerrado Species It took place between November 30 and December 1, 2018 and was taught by Dr. Zefa Valdivina Pereira (UNICAMP). According to Alexandro Souza, project manager, & #8220; the two days of workshop were extremely rewarding work days & #8221 ;.

Want to know the other projects supported by Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF, Critical Ecosystem Partnership Fund) and International Institute of Education of Brazil (IEB)? Access our site or subscribe to our electronic bulletin.

Seedling Nursery for Agroforestry Production in Aldeia Brejão, Training Workshop for Production of Seedlings of Native Cerrado Species, November 2018.
Seedling Nursery for Agroforestry Production in Aldeia Brejão, Training Workshop for Production of Seedlings of Native Cerrado Species, November 2018.
Seedling Nursery for Agroforestry Production in Aldeia Brejão, Training Workshop for Production of Seedlings of Native Cerrado Species, November 2018.

The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.