Home » protected areas

Tag: áreas protegidas

Cerrado: 31 Protected Areas Receive Action Plan by 2030

by Renata Peña, via WWF-Brasil

They are more than 3.5 million hectares of extreme beauty and diversity of plants, animals and medicinal herbs, as well as quilombola communities and indigenous lands. All this natural and socio-cultural richness is preserved in a set of 31 Protected Areas located in the Cerrado, between the north and northwest of Minas Gerais. THE Sertão Veredas Mosaic & #8211; Peruaçu has just received an action plan to foster sustainable development in this territory by 2030.

Peruaçu River, Januaria, MG. Photo: © André Dib / WWF-Brasil Collection

Starting next year, the Mosaic advisory council will seek to implement actions related to five main themes: integrated management, ecotourism, plant extraction, water conservation and sustainable agribusiness.

This means for example developing the agroecology with family farmers in the region - establishment of nurseries and backyards & #8211; empower residents of rural communities to strengthen existing plant extraction cooperatives and foster the creation of new ones; support brigade members in the fight against forest fires and further expand the potential of community-based tourism by training guides and drivers and creating new trails. THE Payment for Environmental Services (PSA) and the spring recovery degraded are two other guidelines of the action plan for the Sertão Veredas Peruaçu Mosaic.

“The plan is essential so that the actions we have been developing for several years do not suffer a sudden stop with the change in the national political scenario. It is a motivation to be more innovative and to win more and more projects and initiatives that land in the local reality of the people and Mosaic Conservation Units ”, says WWF-Brazil conservation analyst Vinícius Pereira.

Serra das Araras Path. Photo: ©FUNATURA Collection

César Vitor do Espírito Santo, executive superintendent of the Pro-Nature Foundation (Funatura) explains that the plan also foresees the creation of a fund for the Mosaic. The funds raised would be used to implement the planned actions: “With this plan, we intend that the Sertão Veredas Peruaçu Mosaic can be an inducer of sustainable development in the territory. A diverse and complex territory economically, socially and culturally. ”

For Joel Sirqueira, manager of the Peruaçu Valley Family and Extractive Farmers Cooperative (Cooperuaçu), an agro-extractive cooperative that has been supported by WWF-Brasil since its inception, the plan is an organized resource to continue conserving the Cerrado. “It directs in a planned and thoughtful way collectively, since everything was built together, the actions aimed at extractivism within the territory and especially for new ventures and cooperatives like Cooperuaçu, it is much more motivating to act when you have a document that helps leading the way forward, ”he says.

Janelão, Peruaçu Caves National Park. Photo: © FUNATURA Collection

The “Conservation Based Territorial Development Plan (DTBC)” was carried out by the Pró-Natureza Foundation (Funatura) with the support of the Critical Ecosystem Partnership Fund & CEPF Fund (#8211).

See the article in site from WWF-Brasil!

WWF-Brasil and the Sertão Veredas Peruaçu Mosaic

WWF-Brasil has been operating in the Sertão Veredas Peruaçu Mosaic region through the Sertões Project since 2010, and more recently, with support from the Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF) in actions focused on encouraging the implementation and integrated management of the conservation; strengthening of the productive chain of the fruits of the Cerrado; communication, aiming at the valorization and rescue of the Cerrado and territorial planning, which aims at systematic conservation planning in the Cerrado biome.

WWF-Brasil executes the project Strengthening Integral Territorial Management in the Specially Protected Areas of the Sertão Veredas-Peruaçu Mosaic, which aims to integrate and strengthen the management of the specially protected areas of the Mosaic. This project is supported by the Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF, Critical Ecosystem Partnership Fundand Brazilian International Institute of Education (IEB).


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

Instituto Oca Brasil launches public notice for RPPNs Management Plans in a project supported by CEPF Cerrado

The project Creation and Integrated Implementation of Federal Private Reserves in the Chapada dos Veadeiros Region, que é executado pelo Oca Brazil Institute and has the support of Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF, Critical Ecosystem Partnership Fund) and Brazilian International Institute of Education (IEB), visa o fomento de novas Reservas Particulares do Patrimônio Natural – RPPN e a implementação de RPPNs no entorno do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.

O projeto lança o edital para contratação de pessoas jurídicas de prestadores de serviços em Plano de Manejo, de acordo com o termo de referência. Interessados devem enviar suas propostas até às 18 horas do 25 de agosto de 2019. Para mais detalhes sobre o processo seletivo, acesse o termo de referência ou a página do Oca Brazil Institute.


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

III Meeting of Research, Extension and Dissemination of Conservation Units of Vão do Paranã and Surroundings

via AVA/ICMBio/MMA

A região do Vão do Paranã é de elevada importância para a conservação da biodiversidade e cavernas. Nesta região há quatro unidades de conservação federais e três estaduais e uma municipal. Desde 2014 quando foi realizado o primeiro Encontro na cidade de Mambaí o número de pesquisas científicas tem aumentado significativamente, há ainda uma série de estudos realizados por diferentes projetos de pesquisa que foram desenvolvidos sobre o Vão do Paranã que envolvem diferentes instituições de ensino como Universidade Federal de Goiás – UFG, Universidade de Brasília e Instituto Federal Goiano Campus – Posse.

O principal objetivo deste evento é o aumento do número de pesquisas científicas, trabalhos de extensão universitária e boas práticas socioambientais em todas UCs do Vão do Paranã e entorno, de modo a permitir a integração do conhecimento gerado por estas com especial enfoque nas cavernas da região. Ao mesmo tempo, pretende-se divulgar todos esses conhecimentos gerados  para a sociedade local e demais interessados. O Encontro espera aumentar a participação dos moradores do interior da APA, incentivando a apresentação de boas práticas (relatos de experiências) adotadas pelas comunidades locais que contribuem com a conservação da natureza.

Veja a matéria completa e mais informações no site do ICMBio!


SERVIÇO:

PÚBLICO ALVO

  • Estudantes
  • Comunidade local
  • Demais interessados

ATIVIDADES CONFIRMADAS

  • Formação de Professores em EA
  • Troca de saberes de boas práticas para beneficiamento de frutos do cerrado
  • Artesanato com buriti
  • Apicultura ou Olericultura orgânica
  • Jovem educa Jovem
  • Introdução a Espeleologia com enfoque na condução turística
  • Oficina de Coleta e beneficiamento de Sementes do Cerrado

QUANDO

De 8 a 10 de agosto de 2019 

ONDE

Mambaí – GO

PROGRAMAÇÃO

DATAS IMPORTANTES:

  • 29/07/2019 – Abertura do prazo para inscrição 
  • 08/08/2019 – Fim do prazo de inscrição.

The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

Project supported by IEB and CEPF Cerrado participates in Brazil Environmental Management Forum 2019

O coordenador do projeto Avaliação e Fortalecimento das Unidades de Conservação Municipais do Cerrado, Luiz Paulo Pinto, da equipe da Ambiental Ltda., participou do Fórum Brasil de Gestão Ambiental 2019 (FBGA 2019), realizado nos dias 26 a 28 de junho, em Campinas, SP. O FBGA foi idealizado pela Associação Nacional dos Órgãos Municipais de Meio Ambiente – ANAMMA, para o encontro de organizações públicas das várias esferas de governo, organizações não governamentais e empresas privadas. O objetivo do evento é a discussão, troca de informações e de experiências sobre diversos temas relacionados à gestão ambiental, especialmente na esfera municipal.

A programação da segunda edição do FBGA contabilizou mais de 6.000 inscritos e 30 eventos simultâneos em três dias de evento com palestras, seminários, workshops, debates, treinamentos, câmaras técnicas, rodadas de negócios, exposições tecnológicas e feira de negócios. Foram cerca de 500 representantes dos municípios entre prefeitos, secretários e técnicos municipais. O evento contou ainda com membros da Confederação Nacional de Municípios (CNM) e da Frente Nacional de Prefeitos (FNP).

Luiz Paulo Pinto participou de um dos painéis da sessão “Diálogos sobre Áreas Protegidas Locais – ofertas de informação e capacitação para municípios”, organizada pelo projeto “Áreas Protegidas Locais”, conhecido como APLocais. O propósito desse painel foi fazer uma reflexão sobre as necessidades de capacidades dos municípios para fortalecer a gestão de áreas protegidas locais e os possíveis apoios da cooperação técnica em nível local. Foram apresentados os resultados do projeto “Avaliação e Fortalecimento das Unidades de Conservação Municipais do Cerrado” apoiado pelo CEPF Cerrado, incluindo um relato sobre o curso de criação e implementação de unidades de conservação municipais do Cerrado, realizado em Goiânia, no início de abril desse ano.

Sessão do Projeto Áreas Protegidas Locais no Fórum Brasil de Gestão Ambiental 2019. Foto: ©Robson Khalaf / ICLEI América do Sul.

O APLocais é um projeto do Ministério do Meio Ambiente do Brasil, Ministério do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Colômbia, Ministério do Ambiente do Equador e Ministério do Ambiente do Peru. O Ministério Federal do Meio Ambiente, Proteção da Natureza e Segurança Nuclear da Alemanha (BMU, sigla em alemão) apoia o projeto por meio da Iniciativa Internacional para o Clima (IKI, sigla em alemão). A implementação nos quatro países é realizada pela Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH, pelo ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade e pela União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN). O projeto tem como objetivo contribuir para fortalecer a gestão ambiental e a governança dos governos locais para a conservação da biodiversidade em unidades de conservação municipais e outras medidas de conservação. A Ambiental Ltda. it's the CEPF Cerrado fazem parte do Grupo de Acompanhamento do APLocais.

A sessão “Diálogos sobre Áreas Protegidas Locais” promoveu debates também sobre a adequação das unidades de conservação municipais, a lei do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), o intercâmbio sobre casos exitosos de gestão e mecanismos de financiamento para unidades de conservação municipais e o lançamento da segunda edição da Publicação “Roteiro de Criação de Unidades de Conservação Municipais”.

The project Avaliação e Fortalecimento das Unidades de Conservação Municipais do Cerrado tem o objetivo de avaliar o cenário das unidades de conservação municipais do Cerrado para o fortalecimento das políticas de proteção local da biodiversidade, especialmente nos corredores prioritários desse hot spot. Este projeto conta com apoio do Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF, Critical Ecosystem Partnership Fundand Brazilian International Institute of Education (IEB).


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

Grande Sertão Veredas National Park turns 30 years old

por Renata Andrade Peña via WWF-Brasil

A paisagem é espetacular: chega quando menos se espera. A água é em abundância: são veredas a perder de vista, rodeando cada canto que se olhe. Dela, sobrevivem centenas de espécies ameaçadas de extinção como a onça-pintada, o tamanduá-bandeira e o lobo-guará. Toda essa rica biodiversidade está protegida desde 12 de abril de 1989, quando 84 mil hectares formaram o Parque Nacional Grande Sertão Veredas, em Minas Gerais. Hoje, o Parque faz 30 anos e o Cerrado agradece.

“Foi muito importante essa Unidade de Conservação ter sido criada numa região de expansão da fronteira agrícola, com intensa ocupação do agronegócio. Essa área protegida é muito importante para a biodiversidade do Cerrado e também para os recursos hídricos. Ali nasce o rio Carinhanha. Quando ele desemboca no rio São Francisco, o velho Chico aumenta em 20% o seu volume”, explica Kolbe Soares, analista de Conservação do WWF-Brasil.

Elson Barbosa dos Santos, guia no Parque, destaca a importância dos recursos hídricos e espécies medicinais do Cerrado, que ficam protegidas. “Embaixo da região do parque está o aquífero Urucuia, muito importante para a manutenção dos rios da região como o Carinhana, Itaguari e tanto outros.  Graças ao Parque também estão protegidas diversas espécies medicinais do Sertão”.

Autor: Aryanne Amaral/Acervo IEB

Em 2004, o Parque Grande Sertão Veredas foi ampliado e passou a ter mais de 230 mil hectares, estendo-se por parte dos municípios de Chapada Gaúcha, Formoso e Arinos, em Minas Gerais e Côcos, na Bahia. Assim, é atualmente um dos maiores parques do Cerrado, garantindo, além da proteção de centenas de espécies da fauna e flora, o desenvolvimento de pesquisa científica, educação ambiental, o contato com a natureza, o desenvolvimento regional em bases sustentáveis e a preservação dos povos tradicionais, comunidades indígenas, seus saberes e cultura.

A existência dessa área protegida também é uma oportunidade de desenvolvimento sustentável.“Há um enorme potencial de aumento do ecoturismo na região pelas suas belezas, pela possibilidade de se ver o Cerrado preservado e também por conta da cultura dos povos da região e literatura”, diz Kolbe Soares. “Na região, é realizado anualmente, no mês de julho, o Encontro dos Povos do Grande Sertão Veredas. É muito importante conservar essa riqueza cultural e social”, completa Soares.

“É um grande prazer falar dessa UC porque é falar da riqueza da biodiversidade e também de história das comunidades que ainda guardam as tradições culturais do povo do Sertão”, diz César Víctor, da Fundação Pró-Natureza (Funatura).

O Parque recebeu esse nome em homenagem a uma das mais importantes obras literárias brasileiras, o romance “Grande Sertão: Veredas”, escrito em 1956 por João Guimarães Rosa. No livro, o escritor mineiro retrata com extrema sensibilidade a realidade regional. Guimarães Rosa tem mesmo razão: “Sertão é isto: o senhor empurra para trás, mas de repente ele volta a rodear o senhor dos lados. Sertão é quando menos se espera”.

WWF-Brasil e o Parque Nacional Grande Sertão Veredas

O Parque Nacional Grande Sertão Veredas está localizado no norte/noroeste de Minas Gerais e sudoeste Bahia, abrangendo uma área de 231.668 hectares. Desde 2010, o WWF-Brasil desenvolve na região o Projeto Sertões com foco na melhoria da gestão de áreas protegidas, valorização de cadeias produtivas agroextrativistas com boas práticas agrícolas. Mais recentemente apoiaram o Parque e o Mosaico em parceria com o Fundo de Parceria para Ecossistemas Críticos (CEPF em inglês).

Os trabalhos são realizados em parcerias com as cooperativas agroextrativistas e associações comunitárias do Mosaico Sertão Veredas-Peruaçu, além de outras organizações não governamentais socioambientais e órgãos de governo, como as 12 prefeituras da região, além do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e Instituto Estadual de Florestas de Minas Gerais.

No último ano, a construção de uma unidade de beneficiamento de frutos do cerrado e frutos de quintais no Núcleo Peruaçu e a criação da Cooperativa dos Agricultores Familiares e Agroextrativistas do Vale do Peruaçu foram umas das ações mais importantes. Além disso, foi dado apoio para implementação do Cadastro Ambiental Rural na região que resultou no cadastramento de aproximadamente 10 mil propriedades. Outro destaque foi a realização de um estudo de análise da efetividade de 69 Unidades de Conservação estaduais de Minas Gerais.

WWF-Brasil executes the project Strengthening Integral Territorial Management in the Specially Protected Areas of the Sertão Veredas-Peruaçu Mosaic, which aims to integrate and strengthen the management of the specially protected areas of the Mosaic. This project is supported by the Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF, Critical Ecosystem Partnership Fundand Brazilian International Institute of Education (IEB).

See the article in site from WWF-Brasil!

Service
O município de Chapada Gaúcha, em Minas Gerais, o ICMBio, a Funatura, o Instituto Rosa e Sertão e parceiros organizam uma programação de três dias – de 11 a 13 de abril – para comemorar o aniversário. Haverá diversas atividades com a comunidade local e visitantes como plantio de mudas, trilhas, exibição de vídeos e debates.


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

The 2nd National Protected Areas Mosaic Workshop is held in Brasilia

Começou hoje em Brasília o II Workshop Nacional de Mosaicos de Áreas Protegidas, que segue até o dia 13 de junho reunindo alguns representantes dos mosaicos reconhecidos no país. Atualmente existem 25 mosaicos reconhecidos no Brasil, sendo 16 em âmbito federal e 9 em âmbito estadual. O Fundo de Parceria para Ecossistemas Críticos (CEPF Cerrado), com o apoio do International Institute of Education of Brazil aporta recursos para projetos de conservação na região do Mosaico Sertão Veredas-Peruaçu, que está localizado na região norte de Minas Gerais.

O II Workshop Nacional de Mosaicos de Áreas Protegidas tem o objetivo de contribuir para o intercâmbio, discussões conceituais, embasamento legal e proposição de diretrizes que visam ampliar os avanços dos instrumentos de gestão territorial voltado às áreas protegidas, na conservation e na promoção do desenvolvimento sustentável, além de traçar estratégias para atuação conjunta do poder público, sociedade civil e terceiro setor. O evento é organizado pela Rede de Mosaicos de Áreas Protegidas (REMAP), que visa unir esforços de indivíduos e organizações públicas, privadas e coletivas com fins de fortalecer as iniciativas de conservação da natureza e promoção de bem estar e qualidade de vida humana em territórios protegidos e seu entorno.  O encontro também conta com apoio do Instituto Internacional de Educação do Brasil (lEB)/CEPF Cerrado, WWF-Brasil, Fundação Vitória Amazônia (FVA), WCS-Brasil, Instituto, Sociedade, População e Sociedade (ISPN); Fundação Pró-Natura (FUNATURA), Instituto Biotrópicos, Conservação Internacional (CI), SOS Mata Atlântica, Imaflora, Projeto Terra-Mar e Rede Brasileira de Reservas da Biosfera, entre outros.

II Workshop Nacional de Mosaicos de Áreas Protegidas. Foto: Claudia Sachetto/Acervo IEB

THE programação deste primeiro dia foi focada nos painéis, que envolveram temas como panorama geral sobre Mosaicos e reservas da Biosfera, uso dos recursos naturais, proteção integrada e oportunidades sociais. A partir de amanhã o encontro continua com alguns painéis de discussão,  trabalho em grupos temáticos por bioma e nas plenárias.

Mais informações nos sites do WWF-Brazil and Imaflora!

Anote aí:

II Workshop Nacional de Mosaicos de Áreas Protegidas

Quando: De 11 a 13 de junho, a partir das 8h

Onde: Edifício ParlaMundi da LBV, Brasília

Quanto: Acesso gratuito


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

Urban Municipal Conservation Units in the Cerrado

by Luiz Paulo Pinto, Environmental 44 Information and Projects on Biodiversity Ltda.

At municipal conservation units constitute one of the pillars of the strategies for biodiversity conservation of the Cerrado by playing a key role in connecting the natural landscape, protecting populations of native fauna and flora species, and maintaining essential environmental services for the population such as water supply, heatwave moderation, and providing spaces for recreation and recreation, just to name a few. At the same time, protected areas are getting closer to urban environments, and the strong pressure of the urbanization process and the needs of large city populations across the country amplify the challenges for reconciling biodiversity protection and development. urban infrastructure with its social, economic and environmental implications.

Course participants & #8220; Creation and management of urban municipal conservation units in Cerrado & #8221; in Goiânia (GO). Photo: Environmental Collection 44 Ltda.

For this, it is essential to have trained personnel in the creation and management of an integrated network of protected spaces maintained by municipalities. This was the purpose of the course. “Creation and Management of Cerrado Urban Conservation Units”, which took place in April, in Goiânia, GO. The conceptual, technical and legal aspects that underlie the planning and implementation of municipal conservation units, based on an integrated view of the territory and participatory management, were addressed. The training explored the main practical challenges of the process of setting up municipal conservation units in the urban and periurban context with a vision of the new agenda on biodiversity and sustainable cities. Participants included city and state managers, NGOs, self-employed professionals and members of the academy. The course was a partnership between Environmental 44 Information and Projects on Biodiversidade Ltda., MvB Consultores Associados Ltda. it's the Image Processing and Geoprocessing Laboratory (LAPIG), linked to the Institute of Social and Environmental Studies (IESA) of the Federal University of Goiás (UFG), and was taught by urban architect and environmentalist Miguel von Behr, master in urban and regional planning with extensive experience in conservation units in various regions of Brazil.

The initiative was supported by the Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF, in English for Critical Ecosystem Partnership Fund) and Brazilian International Institute of Education (IEB), the National Association of Municipalities of the Environment (ANAMMA), the Goiana Association of Municipalities (AGM), the Municipal Environment Agency of Goiânia, and the project “Protected Areas and other conservation measures based on areas at the government level. local ”. This initiative, also known as “Local Protected Areas” (https://www.giz.de/en/worldwide/69389.html) is a project of the Ministry of Environment (MMA) of Brazil, Ministry of Environment and Sustainable Development (MADS) of Colombia, Ministry of Environment (MAE) of Ecuador and Ministry of Environment (MINAM) of Peru. Germany's Federal Ministry of Environment, Nature Protection and Nuclear Safety (BMU) supports the project through the International Climate Initiative (IKI). Implementation in the four countries is carried out by Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbHby ICLEI & #8211; Local Governments for Sustainability and the International Union for Conservation of Nature (IUCN).

Knowing the Municipal Conservation Units

The course was part of the project “Evaluation and Strengthening of the Cerrado Municipal Conservation Units”, which aims to measure the representativeness and importance of municipal conservation units for the protection of biodiversity and environmental services in the Cerrado. Given that conservation takes place at the local scale, greater visibility of municipal protected areas can strengthen an official local protection agenda, highlighting and stimulating the development of capacities and financial resources to improve the effectiveness of existing units, and stimulate the expansion of the area and the number of protected spaces managed by the municipalities.

The project is supported and funded by CEPF Cerrado, which is a fund created to support biodiversity conservation actions and projects, especially by civil society organizations, in regions of high biological importance in the world. The Fund is partnered by international institutions - French Development Agency, International Conservation, European Union, Global Environment Fund (GEF), Government of Japan and World Bank. In Brazil, CEPF is implemented by the Brazilian International Institute of Education (IEB), a Brazilian institution dedicated to training and training people, as well as strengthening organizations in the areas of natural resource management, environmental and territorial management and other sustainability-related topics. To learn more about CEPF Cerrado, visit: http://cepfcerrado.iieb.org.br/

 

For more information:

Luiz Paulo Pinto, Environmental 44 Information and Projects on Biodiversity Ltda., E-mail: luizpaulopinto10@gmail.com; cel. (31) 98209-8989

Miguel von Behr, MvB Consultores Associados Ltda., E-mail: miguelvonbehr2@gmail.com; cel. (61) 99840-734

 

Ambiental 44 Information and Projects in Biodiversidade Ltda. - Company based in Belo Horizonte, MG, with the objective of providing services and technical advice on projects for creation, management and management of protected areas, regional planning for biodiversity conservation, training and social mobilization, among other topics related to conservation and sustainability. .

MvB Consultores Associados Ltda. - The company, based in Brasilia, DF, specializes in coordinating training courses for the management of protected areas throughout the country.

LAPIG (Laboratory of Image Processing and Geoprocessing) - Linked to the Institute of Social and Environmental Studies (IESA) of the Federal University of Goiás (UFG), since 1994 LAPIG offers disciplines of remote sensing, digital cartography and geographic information systems for different courses and institutes of UFG, besides having strong performance in research linked to teaching and extension activities.


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

WWF-Brasil will promote course for creation of conservation and conflict management units of Sertão Veredas-Peruaçu Mosaic

O WWF-Brasil no âmbito do projeto Strengthening of integral territorial management in the specially protected areas of the Sertão Veredas-Peruaçu Mosaic irá promover o curso “Criação de unidades de conservação e gestão de conflitos nas áreas protegidas do Mosaico Sertão-Veredas Peruaçu”, entre os dias 21 e 24 de maio (2019) no SESC de Januária, Minas Gerais. A carga horária será de 24 horas.

O projeto que é executado pelo WWF-Brazil and has the support of Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF, Critical Ecosystem Partnership Fund) and International Institute of Education of Brazil (IEB), Its purpose is to integrate and strengthen the management of the specially protected areas of the Mosaic.

Na programação estão previstos aspectos conceituais sobre as conservation units, palestras sobre os conflitos pelo uso do território no Mosaico e uma visita técnica ao Parque Municipal Urbano Ecológico e Cultural Salustriano, em São João das Missões (MG).

Para mais informações, entre em contato com o WWF-Brazil!


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

What is an RPPN? Private Reserve of Natural Heritage

por Yuri Salmona, Instituto Cerrados

Proteger ecossistemas é uma tarefa de todos, não só do Estado. Proprietários Rurais têm papel importante nessa tarefa, pois antes de ser um produtor agropecuário eles são incondicionalmente gestores de recursos naturais. Digo isso, pois o produtor rural depende do clima, dos nutrientes do solo, da polinização, da disponibilidade e qualidade da água entre tantos outros serviços ecossistêmicos. Então, proteger os ambientes naturais que resguardam esses serviços deve ser algo natural ao proprietário rural, e alguns, mais envolvidos e cientes dessas questões, protegem áreas além das suas reservas legais, eles criam Reservas Particulares do Patrimônio Natural, as RPPNs.

Essas reservas são Unidades de Conservação de Uso Sustentável, em que o proprietário de próprio toma a iniciativa de proteger uma determinada área de sua propriedade, para que possa ser feito turismo, pesquisa, educação e a própria conservação. Essas áreas têm isenção de Imposto de Territorial Rural (ITR) e são chanceladas pelo Estado, sendo prioridades em ações apoiadas pelo Instituto Chico Mendes de Conservação (ICMBio). Além disso, os proprietários têm inúmeras oportunidades de rentabilizar essas áreas, com diferentes atividades, que vão desde o turismo ecológico, suporte a pesquisa, gastronomia e o Crédito Rural Ambiental (CRA), todos esses e outros pontos serão abordados em outro posts.

The Cerrado tem mais de 251 RPPNs, somando mais de 170 mil hectares e isso equivale a 24% das RPPNs do país. O Instituto Cerrados investe esforços na criação de Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN) e ações de promoção do Uso Sustentável dos Produtos Florestais Não Madeireiros (PFNM) desde de 2009, já tendo criado 7 Reservas, no projeto Mosaico de Proteção da Serra dos Pireneus, apoiados pela Associação do Córrego da Barriguda e das Cabeceiras dos Rio das Almas (ACBCR) e patrocinado pela Nature and Culture International (NCI).

Para conhecer o projeto acesse cerrados.org. Você também pode criar a sua Reserve e nós podemos lhe ajudar! Entre em contato por meio do nosso site!

The Cerrados Institute é uma organização não-governamental com foco na conservação e usos sustentável do Cerrado, fundada em 2009.


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

New population of plateau dove was discovered in Cerrado

original text by Margaret Sessa-Hawkins / BirdLife International

In February 2019, the staff of SAVE Brasil (Representative of BirdLife in Brazil) began to hear exciting reports from members of the communities surrounding the Botumirim State Park in the state of Minas Gerais.

The community reported sighting of Columbina cyanopis (Critically Endangered), a species popularly known as a plateau, outside where the bird used to be found. The SAVE Brasil team was both excited and skeptical. One of the rarest birds in the world, the plateau roller was considered extinct for 75 years, before 14 individuals were seen in the wild in 2015. A new population, even small, would mean increased genetic diversity, and would also point to the possibility of more undiscovered individuals in nature.

On March 14, 2019, a team went looking for the birds. The birds were seen within the limits of the Botumirim State Park, about 5 kilometers from where the known population currently lives. The team searched the birds over five independent transects, playing call recordings to attract the birds.

After 45 minutes, the team search was rewarded. They spotted a pair of plateau doves while a nearby male sang. For the next three hours, the team spotted a fourth bird in the area. The sighting of the four new individuals represented a 26% increase over the previously known population.

Highland Roller. Photo: Ciro Albano / SAVE Brazil Collection

& #8220; Those working in nature conservation are generally very hardy, but it is difficult to look for rare species such as the plateau dove in a habitat that looks perfect for him and not find him there & #8221; says Marcelo Lisita, assistant After a year of looking at different locations without finding new individuals, it was with great excitement that we saw these few in a new area. ”

THE discovery of plateau dove was significant beyond its importance for the bird population. Since the discovery of the original population in 2015, SAVE Brasil has been working closely with neighboring communities to raise awareness about the bird. In early 2018, SAVE opened the reserve for visitors where birds are found. Since then, they have been working to try to ensure that communities benefit from ecotourism. Having a community member reporting a sighting shows that these outreach efforts are successful.

Despite the new population, the outlook for the plateau roller is still unclear, so SAVE is doing everything possible to increase the chance of survival of the species. In January 2018, with the support of Rainforest trust, the organization was able to buy a small plot of land where the bird was originally found, forming the Rolinha do Planalto Nature Reserve. Reserve visits are strictly controlled and need to be scheduled in advance through SAVE. On July 6 of the same year, the local government established approximately 36,000 hectares of protected land, creating Botumirim State Park, which overlaps the SAVE reserve and expands the total protected area.

Recent research on the turtledove has given us reason to be hopeful. So far, eight nests were found, although only one puppy ran away. With the discovery of the new population, the team also renewed its efforts to look for other places where the plateau can be found. Out of the four individuals reported by community members, they have had no luck, but they are not losing hope. There are still many places to visit.

THE SAVE Brasil execute the project Saving the plateau roller and its unique habitat in the Cerrado with support from Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF, Critical Ecosystem Partnership Fundand Brazilian International Institute of Education (IEB).


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

Considered extinct in the state of Minas Gerais, weevils are reintroduced in a protected area in the north of the state.

via Ariramba Institute

The weevil (Sporophila maximiliani) is one of the most birds rare and endangered and currently free-living populations in the country are unknown. The last record in the wild occurred at the end of 2014, where a small population was located in the interior of the state of Mato Grosso, which has not been seen since. In the rest of the country, the boll weevil has been extinct in practically its entire area of occurrence. In order to reverse this situation, in November 2018, some pairs of bollards were reintroduced in northern Minas Gerais, in a protected area priority corridor Sertão Veredas-Peruaçu. Prior to reintroduction, the boll weevils underwent screening and adaptation procedures, including the selection of pure specimens, sanitary examination battery, adaptation for long-haul flights and adaptation to local weather conditions.

The reintroduced weevils are adapting very well to the natural environment and we are optimistic about the future possibilities”Explains Prof. Dr. Flávio Kulaif Ubaid, project coordinator.

The boll weevils are being monitored by project biologists and the next steps include the reintroduction of more couples. “We want the weevil to re-inhabit the paths of northern Minas Gerais and why not at all Cerrado. In the medium term, our goal is for the free-living weevil population to be substantially increased until the species moves into less critical threat categories.”Reports Dr. Ubaid.

The project supported by CEPF and the International Institute of Education of Brazil -Reintroduction of bicudo in key areas for the conservation of the Cerrado & #8211; is managed by Ariramba Institute of Nature Conservation It also has the support of several professionals from different institutions and universities in Brazil. THE Critical Ecosystem Partnership Fund It is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

Course Creation and Management of Municipal Conservation Units in the Cerrado will be offered in Goiânia

THE Ambiental 44, responsável pelo projeto “Evaluation and Strengthening of the Cerrado Municipal Conservation Units” que conta com apoio do Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF, Critical Ecosystem Partnership Fund) and Brazilian International Institute of Education (IEB), em conjunto com o Laboratório de Processamento de Imagens e Geoprocessamento (LAPIG/Universidade Federal de Goiás) e MvB Consultores Associados, irá oferecer o curso Criação e Gestão de Unidades de Conservação Municipais no Cerrado.

O curso tem carga horária de 25 horas e ocorrerá entre os dias 03 e 06 de abril de 2019 na Universidade Federal de Goiás, Goiânia (GO) com o objetivo de fornecer conceitos e técnicas que embasam o planejamento e implantação de UCs no Cerrado. Mais informações e detalhes sobre o curso estão disponíveis no folder:


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

Project seeks to strengthen environmental management and governance of local governments for biodiversity conservation

THE Ambiental 44 Ltda., responsável pelo projeto “Evaluation and Strengthening of the Cerrado Municipal Conservation Units” que conta com apoio do Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF, Critical Ecosystem Partnership Fund) and Brazilian International Institute of Education (IEB), esteve representada na última reunião do ano do Grupo de Trabalho (GT Brasil) de coordenação do projeto “Áreas Protegidas e outras medidas de conservação baseadas em áreas no nível de governos locais”, também conhecido como “Áreas Protegidas Locais”.

“Áreas Protegidas Locais” é um projeto do Ministério do Meio Ambiente (MMA) do Brasil, Ministério do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (MADS) da Colômbia, Ministério do Ambiente (MAE) do Equador e Ministério do Ambiente (MINAM) do Peru. O Ministério Federal do Meio Ambiente, Proteção da Natureza e Segurança Nuclear da Alemanha (BMU, sigla em alemão) apoia o projeto por meio da Iniciativa Internacional para o Clima (IKI, sigla em alemão). A implementação nos quatro países é realizada pela Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH, pelo ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade e pela União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN). O projeto tem como objetivo contribuir para fortalecer a gestão ambiental e a governança dos governos locais para a conservação da biodiversidade em unidades de conservação municipais e outras medidas de conservação.

©Luiz Paulo Pinto

Desde o início do projeto “Unidades de Conservação Municipais do Cerrado”, a Ambiental it's the CEPF Cerrado foram convidados a fazer parte do GT Brasil do “Áreas Protegidas Locais”. Dessa forma, as instituições de ambos projetos estão compartilhando informações, ações e buscando formas de colaboração para potencializar as iniciativas. A reunião do GT Brasil, do dia 04 de dezembro, em Brasília (DF), foi para discutir a parceria, visando a valorização do ICMS Ecológico no país. Estão previstas atividades, como a atualização do website www.icmsecologico.org,br e o apoio de discussões sobre o aperfeiçoamento desse importante tributo ligado à conservação da biodiversidade. A reunião foi importante também para atualizar das ações do “Áreas Protegidas Locais” no Brasil e a validação do POA (Plano Operativo Anual) do projeto.

*Texto fornecido pela Ambiental 44


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

Cerrado Biosphere Reserve gains more territories

IEB Collection

 

Created by UNESCO (United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization) In 1972, Biosphere Reserves, spread across 110 countries today, are supported by the program & #8220; Man and the Biosphere & #8221; (MAB) of UNESCO, developed with the UNEP (United Nations Environment Program), the IUCN (International Union for the Conservation of Nature) and international development agencies. It is the main instrument of the MAB Program and is part of a worldwide network of areas for Cooperative Research, Conservation of Natural and Cultural Heritage and the Promotion of Sustainable Development Desenvolvimento.

THE World Biosphere Reserve Network It is comprised of 631 Biosphere Reserves located in 119 countries, including 14 transboundary / transcontinental sites. In Brazil we can highlight the following Biosphere Reserves²:

These reserves play the role of promoting the conservation and sustainable use of natural resources and disseminating scientific, traditional and cultural knowledge in their regions.

THE Cerrado Biosphere Reserve, until then, had three definite phases that are located in regions of the Federal District and the states of Goiás, Tocantins, Maranhão and Piauí. The declaration of Phase I of the Reserve covers the territory of the Federal District and dates from 1994, and the declaration of Phase I of October 2000. The approval of Phase III in September 2001 supported the formation of the Biosphere Reserve Council.

According to the press office of the  Ministry of Environment (MMA), the revision of the Cerrado Biosphere Reserve (RB) was approved on Monday (17), in Brasilia (DF). The new design prioritized the Cerrado connectivity with the Caatinga, Mata Atlântica and Pantanal biomes and covers about 74 million hectares, which includes the states of Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraná and São Paulo, which join the Federal District, Goiás, Piauí, Tocantins and Maranhão, which already made up RB. The document will be forwarded for UNESCO evaluation. More information on site from MMA.

This action is part of project & #8220;Technical support and participatory process development for the formulation of the proposal to expand the Cerrado Biosphere Reserve & #8221;, which aims to discuss with the main actors a process of redefining boundaries for the Cerrado Biosphere Reserve, based on the definition of criteria and concepts focusing on the geospatial issue, in order to compose a technical document to be submitted to UNESCO. . The project is executed by Greentec Environmental Technology and has the support of Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF, Critical Ecosystem Partnership Fund) and Brazilian International Institute of Education (IEB).

 

Ministry of the Environment (2018). Commission approves limits of Cerrado Biosphere Reserve. Available at: http://www.mma.gov.br/informma/item/15103-comisso-aprova-limites-da-reserva-da-biosfera-do-cerrado.html 

²UNESCO (2017). Biosphere Reserves in Brazil. Available at: http://www.unesco.org/new/en/brasilia/natural-sciences/environment/biodiversity/biodiversity/


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan, the MacArthur Foundation and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

Sertão Veredas-Peruaçu Mosaic is expanded and becomes one of the largest in the Cerrado

 

 

Peruaçu River, Januaria, MG. Photo: ©André Dib

 

 

The Mosaico Sertão Veredas–Peruaçu (MSVP) é um conjunto de áreas protegidas localizadas na margem esquerda do Rio São Francisco, entre as regiões norte e noroeste de Minas Gerais e parte do sudoeste da Bahia. Com uma área aproximada de 1.8 milhões de hectares e perímetro de 1.210 km, o Mosaico envolve unidades de conservação ambiental, comunidades tradicionais e a Terra Indígena Xakriabá. Em Minas Gerais, o Mosaico engloba áreas dos municípios de Formoso, Arinos, Chapada Gaúcha, Urucuia, Cônego Marinho, Januária, Itacarambi, Bonito de Minas, São João das Missões, Miravânia e Manga. Atravessado pelo Rio Carinhanha, o território se estende até parte do município de Cocos, na Bahia. O território faz parte da região dos Gerais, imortalizada por João Guimarães Rosa em obras como “Grande Sertão: Veredas”, “Sagarana” e “Manuelzão e Miguilim”. A diversidade ambiental da região, que abriga espécies endêmicas da fauna e flora do Cerrado, convive com a riqueza cultural dos povos tradicionais sertanejos, ribeirinhos, geraizeiros e vazanteiros*.

O Mosaico Sertão Veredas-Peruaçu foi ampliado de 1.8 milhões de hectares para mais de 3 milhões de hectares. A inclusão de dez unidades de conservação no Mosaico, que agora passam a integrar às 15 UCs já existentes, somando um total de 25 áreas protegidas, ocorreu na última quinta-feira (05), três meses após a proposta ser apresentada para a Câmara Técnica de Gestão Integrada das unidades do MSVP, em que o WWF-Brasil faz parte da coordenação. O conselho consultivo do MSVP aprovou, por unanimidade, o pedido de ampliação do mosaico. Esse é um grande passo para o planejamento e execução de ações conjuntas na prevenção ao desmatamento e maior desempenho das ações de conservação de um dos maiores remanescentes de Cerrado. See the full article on site from WWF-Brasil!

No intuito de atuar na integração e fortalecimento da gestão das áreas especialmente protegidas do MSVP, o WWF-Brasil e parceiros executam o projeto “Fortalecimento da gestão territorial integral nas áreas especialmente protegidas do Mosaico Sertão Veredas-Peruaçu” with support from Critical Ecosystem Partnership Fund (CEPF) It's from Brazilian International Institute of Education (IEB).

*Texto retirado do site Mosaico Sertão Veredas-Peruaçu


The Critical Ecosystem Partnership Fund is a joint initiative of the French Development Agency, Conservation International, the European Union, Global Environmental Management, the Government of Japan, the MacArthur Foundation and the World Bank. A key goal is to ensure that civil society is involved in biodiversity conservation.

 

 

Integrated management and network strengthening were themes of the Cerrado and Caatinga Protected Areas Mosaic Meeting

Ocorreu na semana passada em Januária (Minas Gerais), entre os dias 10 e 11 de maio, o primeiro Encontro dos Mosaicos de Áreas Protegidas do Cerrado e Caatinga. Este encontro foi organizado pelo WWF-Brasil, Fundação Pró-Natureza (FUNATURA), o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o Instituto Estadual de Florestas (IEF-MG), Rede de Mosaicos de Áreas Protegidas e Mosaico Sertão Veredas-Peruaçu e contou com a participação dos grupos dos Mosaicos Capivara-Confusões, Espinhaço-Alto Jequitinhonha-Serra do Cabral, Jalapão, Amazônia Oriental, Veadeiros (ainda em proposta), Espinhaço Meridional (ainda em proposta) e representantes de diversas instituições. O evento ocorreu no âmbito do projeto “Fortalecimento da gestão territorial integral nas áreas especialmente protegidas do Mosaico Sertão-Veredas-Peruaçu”, executado pelo WWF-Brasil e com apoio do CEPF Cerrado, que tem o objetivo de atuar na integração e fortalecimento da gestão das áreas especialmente protegidas do Mosaico Sertão Veredas-Peruaçu.

Esta foi a primeira oportunidade de reunir os Mosaicos do Cerrado e da Caatinga para se apresentarem e discutirem diversas ações de gestão integrada, execução de projetos, ações de comunicação e atividades que estão ocorrendo nos diferentes mosaicos. Na ocasião, foram apresentadas também as propostas de criação do Mosaico Veadeiros e Mosaico Espinhaço Meridional que receberam uma carta de apoio dos participantes do encontro e também foi deliberado o próximo local do evento, que será realizado no Mosaico Jalapão, que foi estabelecido recentemente. A Rede de Mosaicos de Áreas Protegidas (REMAP) também teve um espaço de apresentação, reforçando a importância da atuação em redes para o fortalecimento da gestão integrada e de políticas. No segundo dia foi realizada uma visita técnica ao Parque Nacional Cavernas do Peruaçu, que propiciou aos participantes o contato com a biodiversidade, com as cavernas e com a arte rupestre e sítios arqueológicos da região do Peruaçu. Os visitantes foram guiados pelos condutores ambientais do parque, que fazem parte da comunidade local e foram capacitados e credenciados pelo ICMBio.

Mais informações sobre o encontro também no site do WWF-Brasil.

 

Reunião dos Mosaicos em Januária, Minas Gerais.
Recepção aos visitantes no Parque Nacional Cavernas do Peruaçu, MG.
Pintura rupestre no Parque Nacional Cavernas do Peruaçu, MG.
Participantes do evento em Januária, MG.. Foto: Felipe Spina / WWF-Brasil

 

 

 

 

WWF conducts educommunication actions in a project supported by CEPF Cerrado

The project “Fortalecimento da gestão territorial integral nas áreas especialmente protegidas do Mosaico Sertão-Veredas-Peruaçu” foi aprovado na Primeira Chamada de 2016 do CEPF Cerrado e está em execução pelo WWF-Brasil e tem o objetivo de atuar na integração e fortalecimento da gestão das áreas especialmente protegidas do MSVP.

O WWF-Brasil tem apostado em oficinas de educomunicação para preencher uma lacuna na formação dos jovens que vivem nas regiões onde projetos voltados para questão socioambiental são implementados. Em abril foi realizada a oficina de educomunicação no Mosaico Sertão Veredas Peruaçu (MSVP), que contou com a presença de 47 crianças, adolescentes, jovens e adultos – entre 12 e 40 anos – representando cerca de dez comunidades e municípios do norte de Minas Gerais, sudoeste da Bahia e um pedaço do Goiás. Leia a matéria na íntegra no site do WWF-Brazil.

 

Rio Peruaçu, Januária, Minas Gerais, Brasil
Foto: André Dib

 

 

 

Opportunity: FUNATURA has an open selection process for individual consultancy in different functions.

A Fundação Pró-Natureza – FUNATURA está com processo aberto de Seleção de Consultor Individual (Solicitação de Manifestação de Interesse) visando as seguintes funções: 
a) Um técnico para a Gestão Administrativa e Financeira do Projeto Mosaico Sertão Veredas – Peruaçu, que conta com apoio financeiro da Conservação Internacional – CI por meio do Fundo de Parceria para Ecossistemas Críticos – CEPF, conforme detalhes no Termo de Referência FUNATURA/CEPF Nº004/2017 (Prazo prorrogado até 27/11/2017– PROJETO MOSAICO SERTÃO VEREDAS – PERUAÇU, publicado no site www.funatura.org.br. Vide anexo.
b) Um técnico para a Coordenação do Tema Extrativismo Vegetal do Projeto Mosaico Sertão Veredas – Peruaçu, que conta com apoio financeiro da Conservação Internacional – CI por meio do Fundo de Parceria para Ecossistemas Críticos – CEPF, conforme detalhes no Termo de Referência FUNATURA/CEPF Nº005/2017 – PROJETO MOSAICO SERTÃO VEREDAS – PERUAÇU, publicado no site www.funatura.org.br. Vide anexo.
c) Um técnico para a Coordenação do Tema Turismo Ecocultural de Base Comunitária do Projeto Mosaico Sertão Veredas – Peruaçu, que conta com apoio financeiro da Conservação Internacional – CI por meio do Fundo de Parceria para Ecossistemas Críticos – CEPF, conforme detalhes no Termo de Referência FUNATURA/CEPF Nº006/2017 – PROJETO MOSAICO SERTÃO VEREDAS – PERUAÇU, publicado no site www.funatura.org.br. Vide anexo.
d) Um técnico para a Elaboração do Zoneamento Socioambiental do Mosaico Sertão Veredas – Peruaçu referente ao Projeto Mosaico Sertão Veredas – Peruaçu, que conta com apoio financeiro da Conservação Internacional – CI por meio do Fundo de Parceria para Ecossistemas Críticos – CEPF, conforme detalhes no Termo de Referência FUNATURA/CEPF Nº007/2017 – PROJETO MOSAICO SERTÃO VEREDAS – PERUAÇU, publicado no site www.funatura.org.br. Vide anexo.
e) Um técnico para a Elaboração de Mapas Temáticos para subsidiar o Zoneamento Socioambiental do Mosaico Sertão Veredas – Peruaç referente ao Projeto Mosaico Sertão Veredas – Peruaçu, que conta com apoio financeiro da Conservação Internacional – CI por meio do Fundo de Parceria para Ecossistemas Críticos – CEPF, conforme detalhes no Termo de Referência FUNATURA/CEPF Nº008/2017 – PROJETO MOSAICO SERTÃO VEREDAS – PERUAÇU, publicado no site www.funatura.org.br. Vide anexo.
Para participar da seleção, os candidatos deverão enviar por e-mail o currículo detalhado até às 23h59min do dia 28/11/2017 para: funatura@funatura.org.br. More information on site da FUNATURA.
FUNATURA: +55 (61) 3274-5449

Curso “Criação e Gestão de Unidades de Conservação em Áreas Urbanas” será oferecido em Brasília

O curso “Criação e Gestão de Unidades de Conservação em Áreas Urbanas: aspectos conceituais, legais e práticos” que será oferecido entre os dias 27 de novembro e 02 de dezembro de 2017 pelo arquiteto e urbanista Miguel von Behr, tem o objetivo de capacitar e desenvolver o profissional da área ambiental e urbana na integração da gestão territorial e participativa.

As aulas irão ocorrer no Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), localizado em Brasília (DF). Mais informações e detalhes sobre o curso estão disponíveis neste folder:

 

Simpósio Reservas da Biosfera Brasileiras

 

Dia 22 de setembro acontecerá em Brasília o Simpósio Reservas da Biosfera Brasileiras com o tema “Parcerias e Ações Transformadoras”. O evento ocorrerá no Centro de Excelência do Cerrado — Cerratenses, localizado no Jardim Botânico de Brasília.

O evento conta com a seguinte programação:

8h30 – Bom Dia! 

9h – Reserva da Biosfera do Pantanal

9h20 – Reserva da Biosfera da Caatinga

9h40 – Reserva da Biosfera da Amazônia Central

10h00 – Reserva da Biosfera da Serra do Espinhaço

10h20 – Lanche

11h – Reserva da Biosfera da Mata Atlântica

11h20 – Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo

11h40 – Reserva da Biosfera do Cerrado

12h00 – Debate

13h30 – Encerramento

Participem!

Decreto regulamenta a primeira Estação Ecológica do estado de Goiás

A Secretaria de Meio Ambiente do estado de Goiás divulgou a publicação do decreto que cria a primeira estação ecológica estadual. A Estação Ecológica Chapada de Nova Roma conta com aproximadamente 6 mil hectares e está localizada no município de mesmo nome.

A unidade de conservação conta com grande biological importance para o Cerrado, pois abriga nascentes e corpos d’água que contribuem diretamente com o rio Paranã, além de acolher espécies endêmicas da flora e da fauna. De acordo com a SECIMA, os levantamentos apontaram a ocorrência de espécies críticas da fauna, como o tatu-canastra, lobo-guará, onça-pintada, gato-do-mato-pequeno e a jaguatirica.

A área está localizada próxima ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, o que contribui na ampliação das áreas protegidas na região e na formação de corredores ecológicos. A reportagem completa pode ser acessada neste link.

Área da Estação Ecológica Chapada Nova Roma (GO), imagem retirada do site da SECIMA-GO. Fonte: http://www.secima.go.gov.br/post/ver/223058/goias-cria-sua-primeira-estacao-ecologica